A deputada Goretti Reis (PMDB), destacou recentemente em entrevista para a TV Alese e Agência de Notícias Alese, que sempre agiu com transparência e isso vem gerando credibilidade perante o eleitorado, num momento em que muitos políticos vêm sendo desacreditados em todo o país. Ela enfatizou que em todas as classes existem pessoas éticas.

“Temos um sério trabalho realizado em Lagarto, com muita transparência e dedicação e isso vai dando uma credibilidade à sociedade, pois mostramos que somos pessoas comprometidas, levando às demandas que a população quer. As pessoas vêem no nosso nome a questão da responsabilidade e todas as vezes que colocamos nosso nome em apreciação, sempre teve mais votos e verificamos o respeito pelo nosso trabalho”, ressalta.

A deputada lembrou que os parlamentares não trabalham apenas nas sessões plenárias. “O parlamentar não fica só aqui nas sessões, vai às comunidades verificar as demandas, conhecer a população, ver as dificuldades maiores e a partir daí começa a fazer laços e não tem como não se eleger, sem precisar de muito dinheiro que a gente sabe que a legislação não permite”, diz.

Rejeição

A falta de credibilidade nos políticos foi destacada pela deputada. “Em todas as classes existem pessoas éticas, que fazem um trabalho diferenciado fazendo com que as pessoas separem o joio do trigo. Mas, está existindo uma generalização, está se criando uma revolta e uma certa rejeição com a classe política, mas vivemos num momento de democracia que a gente precisa que os poderes sejam fortes e cada um faça o seu papel. O povo é quem elege os seus representantes e faz uma avaliação”, lembra acrescentando que cobra de si mesma, muito eficiência.

“Sou uma pessoa muito simples que não tenho distanciamento da população, fazendo com que as pessoas me vejam como porta-voz visando a melhoria da qualidade de vida das comunidades”, completa enfatizando que são poucos os momentos com a família, mas que tenta balancear para não ficar ausente, o que aprendeu com o pai, Arthur Reis, liderança no município de Lagarto.

2018

A deputada Goretti Reis, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher, afirmou ter ido para o PMDB do governador Jackson Barreto (PMDB), por pedido da família.

“Todo mundo quer ver o seu agrupamento bem, para que reflita positivamente. Essa é uma preocupação dentro do Governo e a gente vê na pessoa do governador uma pessoa sensível e verdadeira, que diz o que sente. Eu fui para o PMDB por um pedido da família, estava no agrupamento de João Alves Filho, fui secretária de Saúde e não tenho o que falar de João Alves, muitas obras relevantes e estruturantes foi na sua gestão, mas houve um desgaste. Cada um tem uma fase e uma etapa e dr. João já teve a dele com muita eficiência. Hoje estou no agrupamento que todos da família estão. Jerônimo e Fábio já estavam no PMDB e ficava sempre aquele conflito de eles estarem em um palanque e eu em outro dentro do mesmo município, isso também é ruim e foi pensando nisso que viemos para o agrupamento de Jackson e esperamos que venha a se fortalecer”, finaliza.

 

Por Agência de Notícias Alese

Foto: Arquivo Alese/César de Oliveira