Georgeo repudia aumento de 16% nos salários de ministros e procuradores

/, Notícias, Últimas Notícias/Georgeo repudia aumento de 16% nos salários de ministros e procuradores

Georgeo repudia aumento de 16% nos salários de ministros e procuradores

O deputado Georgeo Passos (REDE) fez na sessão desta quarta-feira, 8, uma reflexão sobre a votação no Senado Federal, dos projetos de lei do Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria Geral da República, que estavam parados desde 2016. Os projetos tratam do reajuste dos salários dos ministros do STF e dos procuradores, passando de 33 mil e 700 reais para 39 mil e 200 reais.

“Foram 41 senadores que votaram a favor e 16 contra. De Sergipe, os senadores Eduardo Amorim e Antônio Carlos Valadares foram favoráveis ao aumento e a senadora Maria do Carmo Nascimento Alves, foi contrária. A gente percebe mais uma vez que o rio sempre corre para o mar. No Brasil temos dificuldades de fechar as contas públicas e os ministros do Supremo que recebem o teto do funcionalismo público, além dos salários recebem penduricalhos, a exemplo do auxílio-moradia, terão mais um reajuste”, ressalta.

Georgeo Passos acredita que o reajuste dos ministros e procuradores terá um efeito cascata em todo o país. “Afinal de contas os membros do Tribunal de Justiça de Sergipe, do Ministério Público e do Tribunal de Contas, também irão receber esses 16% de reajuste num momento bastante delicado, sob o argumento da recomposição da inflação, que não foi utilizado para os demais servidores que continuam amargando até mesmo salários atrasados e a alta corte sempre é quem consegue os benefícios primeiro. Quero deixar registrado o nosso repúdio”, completa.

Por Aldaci de Souza – Rede Alese
Foto: Jadilson Simões

2018-11-08T11:25:28+00:0008 de novembro de 2018|Destaque, Notícias, Últimas Notícias|