A ação de prevenção ao crime. Contundente, o deputado do PTC, Georgeo Passos, usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) na manhã desta terça-feira, 02 de agosto, para enfatizar sua preocupação com a insegurança da população. Narrou a ocorrência de dezenas de crimes diversos que vem acontecendo diariamente em todos os 75 municípios que compõe o Estado de Sergipe.

Insegurança geral

No grande expediente, o deputado relatou que o tema segurança pública já vem sendo amplamente discutido na Casa do Povo, e que pauta é recorrente, sempre bem discutida pela Capitão Samuel, por meio da Comissão de Segurança Pública. “Parece que o governo não ouve essa Casa. Que nós parlamentares estamos aqui para usar a tribuna para discusar e apresentar projetos. Mas, a população cobra hoje são ações afetivas no tema segurança pública, por medo de andar nos coletivos onde constantemente tem assaltos. E no interior do Estado o medo é igual”, aponta Georgeo.

e05ee0a5-43e9-449a-ad90-50cf66a64f6a_jorge

Enfático sobre a prevenção do crime, salienta que efetivo hoje anunciado pelo Governo do Estado é de mais de 5 mil e 500 homens. “Verdade. Mas, de 2013 pra cá, governo deve dizer que muitos homens estão aposentados, e afastados da profissão por saúde. Efetivo diário não dá pra suprir as necessidades de ações da polícia militar, às quais devem ser preventivas, pois depois do crime consumado nada mais adianta”, analisa o deputado, enfatizando que aumento de efetivo é essencial. “Estamos recebendo na Casa, representantes dos 339 jovens, concursados, que estão precisando ser convocados ao trabalho na Polícia Militar para se somarem ao efetivo do Estado”, finalizou.

Tribuna do Povo

Ainda na oportunidade do seu expediente, o deputado Georgeo Passos sugeriu ao presidente da Casa, Garibalde Mendonça, do PMDB, e aos demais deputados, que as segundas-feiras, a tribuna seja livre, e de uso exclusivo para a sociedade, conforme projeto apresentado por ele no primeiro semestre e que tem por título “ Tribuna do Povo”. “Pra que a população venha e diga o que está sentindo”, justificou.

Por Stephanie Macêdo – Agência Sergipe de Notícias

Foto: Jorge Henrique (Alese)