Frei Cidmário Bezerra recebe Título de Cidadão Sergipano na Alese

Publicada: 29/11/2022 às 18:53

Por Stephanie Macêdo- Agência de Notícias Alese

Uma tarde festiva para o cenário católico nesta quarta-feira (29), a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) concedeu o Título de Cidadania Sergipana ao Frade da Ordem Carmelita, Frei Cidmário Bezerra. Natural do município de Camocim de São Félix, Estado de Pernambuco, o católico consagrado passa a ser considerado cidadão sergipano após 15 anos em solo sergipano. A Sessão Especial, que ocorreu no Plenário do Poder Legislativo, contou com diversos devotos e confrades.

Autora da propositura, deputada Maísa Mitidieri enaltece vida sacerdotal do frei Cidmário.

O Título de Cidadania Sergipana é uma homenagem feita pela Alese a pessoas de outros estados que escolhem Sergipe para viver e construir carreira, contribuindo com o desenvolvimento do estado. A deputada estadual Maisa Mitidieri (PSD), é a autora do Projeto de Resolução de nº 19/2020, que concedeu  ao Frei Cidmário o Diploma de Cidadania.

Na ocasião da solenidade, a parlamentar declarou que a homenagem é, sobretudo, uma forma de gratidão ao sacerdote, por inspiração que provoca a todos. “A entrega do Título de Cidadania ao Frei Cidmário Bezerra é uma honra e obrigação de Sergipe para com ele. A palavra é gratidão por todo serviço prestado. O Frei traz não só o bem,  ele traz espiritualidade e leveza”, afirmou Maisa Mitidieri.

O presidente da Alese, deputado Luciano Bispo (PSD) parabenizou a deputada Maísa Mitidieri por indicação do Diploma. Bispo também teceu palavras para o homenageado: “Que Deus lhe pague por vida de sacrifício e de muita responsabilidade. Nós é que lhe agradecemos por tudo o que tem feito por Sergipe”, enalteceu.

Presidente, Luciano Bispo, agradece a deputada por indicação de Titulo Honorário ao sacerdote.

Presente na solenidade, o reitor da Universidade Tiradentes (Unit) e fundador do Grupo Tiradentes, professor Jouberto Uchôa de Mendonça, revela que a iniciativa da deputada foi competente e correta. “A senhora nos presenteou com essa oportunidade, para agradecê-lo pelo que fez pelo Estado”, disse.

Em discurso, o Frei Cidmário conta que nasceu para servir a Deus, e que em Sergipe pode aprender ainda mais sobre o sacerdócio. “Ao longo desses 15 anos pude me aproximar mais do povo sergipano e saborear os frutos e alegrias que esta terra traz. Aqui pude aprender mais do sacerdócio, amando a igreja em seus carismas e dons, oferecendo a Deus o “sacrifício perfeito e santo”, garantindo a presença Eucarística que nos alimenta, encoraja e vivifica”, externou .

Ele concluiu suas palavras agradecendo ao estado, aos habitantes, aos confrades, paroquianos e amigos. “Agradeço a deputada Maísa Mitidieri por indicação, aos  deputados da Assembleia Legislativa  por aprovação do título que me torna cidadão honorário do Estado de Sergipe. Nessa terra fiz amigos, e tive a chance de participar de muitas manifestações de fé. Me comprometo a continuar dando ao povo de Deus deste Estado o meu melhor e  a minha dedicação”, declarou.

Biografia

Frei Cidmário Bezerra agradece a Sergipe por acolhimento e honraria

Frei Cidmário Bezerra de Arruda  iniciou a vida religiosa no ano 1996, entrando para o Postulantado na Ordem dos Carmelitas, na cidade de Camocin de São Felix (PE).
Possui a formação acadêmica no curso de Filosofia, pelo Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição, em Aracaju (2000 a 2002).

Em Teologia no Instituto Franciscano de Teologia de Olinda/PE (2004 a 2007), convalidando-se em Bacharel no curso de Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza/CE (2010), e Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Tiradentes/SE (2013 a 2018). Entre 1999 a 2008, fez noviciado e professou os votos no Distrito de Graciosa  em Paranavaí/Paraná. Foi promotor Vocacional da Província Carmelitana Pernambucana  e fez profissão Solene na Basílica do Campo do Recife, Pernambuco.

Entre 2009 a 2012, exerceu a função de Vigário Paroquial, da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Japoatã dos Guararapes/PE, e foi Comissário Provincial da Ordem Terceira do Carmo do Recife/PE.

Em 2013, chega em Sergipe, exercendo a função de Comissário Provincial da Ordem Terceira Secular de Sergipe – São Cristóvão/SE, Vigário Paroquial Nossa Senhora da Vitória, em São Cristóvão/SE, Prior e Formador da Filosofia no Convento do Carmo de São Cristóvão/SE.
Atualmente, atua como Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo e Santa Terezinha do Menino Jesus, no Bairro Suissa, em Aracaju.

 

Fotos: Joel Luiz-Agência Alese