A Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública do Estado de Sergipe (Feconseg), fez na tarde dessa quinta-feira (10), no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), a entrega do Prêmio Mulheres Maravilhosas que este ano homenageou a mãe do ex-governador Albano Franco a senhora Maria Virgínia Leite Franco, mais conhecida como Dona Gina, que hoje completaria 99 anos, a 150 mulheres de Sergipe.

A solenidade da segunda edição do prêmio Mulheres Maravilhosas, bastante concorrida contou com a presença de autoridades, familiares e amigos das homenageadas. A mesa foi composta pelo presidente da Assembleia Legislativa (Alese), deputado Luciano Bispo (PMDB), o presidente da Feconseg, Ailton Figueiroa, o prefeito e vice-prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM) e José Carlos Machado, respectivamente, a secretária Municipal de Ação Social a senador licenciada Maria do Carmo Alves, o empresário Albano Franco, o presidente da Academia Sergipana de Letras Anderson Nascimento, a Ten Cel. Rita e a coordenadora do Núcleo de Prevenção à Violência da Feconseg Elisângela Alves. O cerimonial foi apesentado pela jornalista Susane Vidal.

O objetivo do prêmio, segundo o presidente da Feconseg, é valorizar todas as mulheres do Estado de Sergipe, que, independentemente, da posição social vem ocupando os mais altos andares na sociedade. Sobre a escolha do nome da homenageada, Dona Gina, ele explicou que a genitora da família Franco sempre trabalhou e sem divulgação em prol dos mais necessitados. “Este ano, o exemplo de Dona Gina na vida pessoal e com o movimento comunitário, representa o Dia Internacional da Mulher que não é só no dia 8 de março, mas todos os dias. Sem a mulher a família fica sem coração”, declarou.

Amélia Franco, filha de Dona Gina, fez o discurso de agradecimento, em nome de toda a família. Emocionada, Amélia agradeceu o reconhecimento da Feconseg e relembrou todas as qualidades da mãe, uma delas a caridade. “Nada fazia sentido para a minha mãe se não fosse para ajudar ao próximo. Foi com esse e outros ensinamentos que criou os nove filhos”, afirmou.

Reconhecendo que o Prêmio Mulheres Maravilhosas é uma iniciativa da Feconseg que merece destaque, o presidente da Alese Luciano Bispo disse que toda homenagem e reconhecimento da mulher terá sempre o apoio da Casa Legislativa. “É uma honra ceder o espaço que é do povo”, ressaltou.

Ailton agradeceu ao presidente da Alese o deputado Luciano Bispo, que abriu as portas da Casa Legislativa para a realização do evento. “O ato do parlamentar mostra a sensibilidade para as causas em defesa dos direitos da mulher, provando mais uma vez que a Alese é uma casa aberta para o povo”, concluiu.

 

Por Glice Rosa – Agência Alese de Notícias