Ensino superior: corte de verbas em universidades é discutido na Alese

Publicada: 07/07/2022 às 21:49

7/7/2022

Por Shis Vitória/Agência de Notícias Alese

Na sessão plenária desta quinta-feira, 7, durante o pequeno expediente, o deputado estadual Iran Barbosa (Psol) discutiu sobre o atual cenário baseado nos cortes do orçamento para institutos e universidades, executados pelo Governo Federal.

“Houve um tempo que eu como educador até fiz comemorações importantes relativamente para a educação superior: O Brasil viveu um período de explosão na ampliação do acesso às universidades. Lamentavelmente o que estamos assistindo agora é um processo de restrição de investimentos no setor educacional, com cortes muito graves e que está atingindo de forma muito dura o ensino superior. Mudamos completamente a lógica, ou seja, ao invés de lutar por mais vagas, mais qualidade de ensino, mais recursos para pesquisa e extensão estamos agora na luta em garantir que as luzes e os aparelhos de ar condicionado fiquem ligados nas universidades”, relatou o deputado ao citar a portaria Nº 676/2022 do gabinete da reitoria da Universidade Federal de Sergipe que determina o desligamento dos equipamentos de ar-condicionado por conta do bloqueio e cortes de recursos operados para o ensino superior nacional.

Sanção

Na oportunidade, o parlamentar destacou ainda a Lei Nº 9.072/2022  sancionada nesta quarta-feira, 6 de julho, que institui o Dia do Taquígrafo e o insere no Calendário de Eventos do Estado de Sergipe.

“Faço um destaque para a lei que foi sancionada no dia de ontem e que institui o Dia do Taquígrafo e teve a votação unânime dos colegas em reconhecimento ao trabalho empenhado por este grupo de importantes profissionais que garantem os registros desta Casa, mas também em outros espaços. Parabenizo a todos os que compõem a atividade aqui na Casa Legislativa e estendo meus cumprimentos a todos os profissionais, espero que possamos reconhecer, valorizar e homenagear esses profissionais, pois a homenagem no dia não se resume a data e sim, que precisa ser um instrumento de valorização profissional destes trabalhadores e trabalhadoras”, acrescentou.  

Foto: Divulgação

Outras notícias para você