Uma eterna luta em favor dos direitos da mulher. Este foi o objetivo da Sessão Especial em celebração aos 10 anos da Lei Maria da Penha – Lei 11.340/2006, com o tema “10 Anos da Lei Maria da Penha: Compromisso e Atitude, a Lei é Mais Forte”, realizada na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), na manhã desta quinta-feira, (11).

Na oportunidade, representantes femininas que prestam serviços à sociedade, em especial às mulheres, foram homenageadas no evento, por indicações de parlamentares da Casa Legislativa. A propositura é uma iniciativa da Frente Parlamentar em Defesa das Mulheres, presidida pela deputada estadual Goretti Reis (PMDB).

Goretti Reis. Foto: Jorge Henrique

“Todos que compõem a Frente Parlamentar em Defesa da Mulher estão envolvidos na causa, com a finalidade de contribuir na melhoria do atendimento às vitimas de violência doméstica e outros tipos de abusos. Nesse evento, demos um enfoque para a questão da violência, pois os números são alarmantes. É fundamental que isso seja discutido, para que possamos desnaturalizar a cultura do machismo”. A declaração foi da presidente da Frente, Goretti Reis, em abertura da Sessão Especial.

Ações

A parlamentar enfatizou as ações que estão sendo tomadas em favor dos direitos das mulheres. “Nós realizamos diversas visitas e através disso, pudemos ter uma resposta imediata do governador Jackson Barreto, no que diz respeito à contratação de mais médicos peritos para o Instituto Médico Legal (IML) e da reestruturação do serviço de atendimento à mulher, na maternidade Nossa Senhora de Lourdes. A secretária de Estado da Mulher, Inclusão Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos, Marta Leão, também de prontificou a dar mais celeridade a construção da Casa da Mulher Brasileira, aqui em Sergipe. Isso tudo mostra o comprometimento de todos os órgãos, para o combate à violência contra mulher”, disse.

Renata Aboim. Foto: Jorge Henrique

Renata Aboim. Foto: Jorge Henrique

Um das homenageadas, a delegada titular do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), Renata Aboim, considera os 10 anos da Lei Maria da Penha como um divisor de águas. “Antes dela, a mulher não tinha nenhum instrumento legal de proteção ao gênero. Isso é a grande causa da desistência da denúncia aos maus tratos nas delegacias”, informou.

Renata afirmou que há muito a ser comemorado, já que houve avanços no sentido de concretizar as denúncias à Delegacia da Mulher. “Isso precisa ser comemorado, a partir do momento em que tomamos conhecimento da realidade do problema”.

Por fim, a delegada destacou a importância do fortalecimento da rede de atendimento à mulher e de políticas públicas voltadas à proteção do gênero. “Estas duas ações realmente proporcionarão independência às mulheres para se manterem firmes na decisão de denunciar o companheiro, e saírem do ciclo de violência em que estão inseridas”.

Personalidades e representantes de entidades estatais, municipais e particulares estiveram presentes e foram agraciadas pelas apresentações artísticas do Coral da Assembleia Legislativa de Sergipe (Corales) e da Companhia de Teatro da Alese.

Parlamentares

Foto: Jorge Henrique

Participaram do evento as deputadas estaduais Goretti Reis, Conceição Vieira, Ana Lúcia, Maria Mendonça, Georgeo Passos, Luciano Pimentel e Gilson Andrade. “Nós homens precisamos nos posicionar em favor dos direitos das mulheres e combater a violência contra o gênero”, asseverou o deputado Georgeo Passos.

Homenageadas

Seguem nomes das homenageadas: Andrea Carla Costa Lima, Ana Carolina Machado Jorge, Alexandra Soares Santos, Edilma Menezes Santos, Edivaneide Souza Paes Lima, Georgina Machado Santos, Ilma Mendes Fontes, Ivania Pereira Silva, Lourenna Lays da Silva, Marciana Alves Teixeira, Maria Pereira dos Santos, Renata Aboim. Svetlana Barbosa da Silva, Richesmy Libório Santa Rosa, Xinofrese Santos.

Por Tíffany Tavares e Camila Ramos – Agência Alese de Notícias

Fotos: Jorge Henrique