Dia da Dignidade Menstrual alerta para precariedade da saúde feminina

27/5/2022

Por Wênia Bandeira/Agência de Notícias Alese

O período menstrual faz parte da vida das mulheres, mas para algumas causa problemas por falta de condições financeiras de lidar com este momento do mês. A Lei Nº 8.888/2021, de autoria da deputada Goretti Reis (PSD), instituiu 28 de maio como o Dia da Dignidade Menstrual.

O objetivo é garantir que todas possam ter acesso a absorventes e outros produtos necessários para a higiene. Existem mulheres que não têm como arcar com a despesa desta compra.

A data foi inserida no Calendário Oficial de Evento do Estado. Segundo Goretti Reis, servirá para trazer à tona o debate em prol da causa, despertando o poder público sobre a importância do tema.

“Nossa propositura objetiva informar à população sobre o processo menstrual da mulher, proteção à saúde e os cuidados básicos decorrentes da menstruação. Com isso, diminuir a precariedade menstrual das mulheres em situação de vulnerabilidade econômica, fator que gera sérios problemas na vida das estudantes adolescentes”, explicou.

Algumas adolescentes precisam faltar às aulas nas escolas durante o período menstrual. A deputada disse que com essa e outras proposituras da Casa o Governo de Sergipe deverá fornecer absorventes nas escolas públicas de níveis Médio e Fundamental.

“A falta de saneamento básico também contribui para o aumento da pobreza menstrual. Sem absorvente e materiais de higiene, o resultado são doenças que agravam o desconforto do período menstrual. Outro ponto é a falta de informações devido às condições financeiras enfrentadas pelas famílias de baixa renda. Pra se ter uma ideia da gravidade do problema, é alto o número de meninas que acaba, infelizmente, usando retalhos de pano, e pior, utilizam até miolo de pão para conter o fluxo menstrual. É um quadro preocupante que precisa de nossa atenção e de ações por parte dos governos”, afirmou.

A Procuradoria da Mulher, órgão da Assembleia Legislativa de Sergipe, tem mantido uma campanha para receber doação de absorventes que serão destinados às meninas carentes.

Foto: Shutterstock

Outras notícias para você