Entrevistado na manhã desta quarta-feira, 9, pela Tv e  pela Agência Alese de Notícias, o  biólogo e professor César Roberto Perreira Franco,  militante ambiental,  externa que há décadas o Rio Piautinga,  precisa de socorro. O rio  Piautinga (ou Piauitinga) é um rio de Sergipe que deságua no mar, e que passa pelo município de Estância.

Biólogo Cesar Franco fala sobre degradação do rio Piauitinga

Biólogo Cesar Franco fala sobre degradação do rio Piauitinga

Segundo expõe  o biólogo,  o rio vem sofrendo brusca agressão pela ação antrópica. Há questões do tipo, desmatamento das matas ciliares, esgotamento sem tratamento adequado, lixo lançado no rio, e até mesmo lançamentos de fábricas.

“Apesar de ter várias tentativas de cuidar do rio, como reposição das matas ciliares, falta mais conscientização, mais ações de Educação Ambiental mesmo. O Rio Piauitinga é o  único rio de água doce do Sul do Estado, demais são salobras. É água potável, de  importância muito grande pela questão do abastecimento humano  da região, e sócio-econômica, o município de Estância tem fábricas e industrias”, conta o biólogo.

Estratégia de ação

Para mitigar os impactos  sobre o rio, César Franco ressalta que será feita uma reunião  entre órgãos que fazem relação com os recursos hídricos,  a fim de que seja realizada  uma ação mais contundente, de melhorias para a proteção do rio e de suas nascentes.

Participarão das discussões:  Deso, Demma, Saae, comitês de Bacias e Ong’s, entre diversos autores envolvidos com a pauta ambiental.

Por Agência Alese de Notícias

Fotos: Jadilson Simões.