Por Assessoria Parlamentar

Por requerimento do deputado e professor Iran Barbosa, do PT, a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) recebeu, na manhã desta quinta-feira, 13, representantes da Frente Sergipana pela Inserção do/a Assistente Social e do/a Psicólogo na Educação para debater a campanha nacional pelo cumprimento da Lei Nacional 13.935/19, que dispõe sobre a prestação dos serviços desses dois profissionais nas redes públicas de Educação Básica.

Debateram o tema a assistente social e presidente da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado de Sergipe (Fetam/SE), Itanamara Guedes, e o psicólogo e conselheiro presidente do Conselho Regional de Psicologia (CRP/SE), Naldson Melo Santos.

Parabenizando as duas categorias pela luta, o deputado Iran Barbosa enfatizou a importância da inserção de psicólogos e assistentes sociais nas escolas, considerando um grande avanço na busca para garantir melhorias na educação e o sucesso no processo de ensino-aprendizagem.

“Quero parabenizar as entidades que abraçaram essa causa e têm lutado por ela, historicamente. Essa luta é fruto de muito debate e de muito acúmulo até chegarmos à formulação de uma proposta madura, com o entendimento da importância desses dois profissionais se inserirem no âmbito das escolas”, destacou.

De acordo com Iran, a vida humana e a sociedade têm cada vez mais se complexificado, e isso se faz presente, também, dentro do ambiente escolar, trazendo grandes desafios para os educadores e exigindo novas abordagens e respostas que fogem, muitas vezes, da esfera pedagógica.

“Nós, educadores, somos cobrados pelo sucesso do processo de ensino-aprendizagem, mas isso não depende exclusivamente de elementos pedagógicos. Há questões de caráter social, econômicos e psicológicos que são decisivas e que interferem, muitas vezes de forma brutal, nesse processo, e isso a sociedade precisa compreender, porque as cobranças recaem apenas sobre o professor. Por isso a importância de defender a inserção e a atuação dos psicólogos e das assistentes sociais nos nossos ambientes escolares”, defendeu o parlamentar e professor.

Iran agradeceu aos palestrantes por trazerem dados técnicos e legais que reforçam a necessidade de, em Sergipe, o governo estadual resolver, de uma vez por todas, a regulamentação da Lei Nacional 13.935/19.

“E isso não só porque a Lei manda, mas pela necessidade que têm as escolas públicas sergipanas da presença desses dois profissionais”, disse Iran, reforçando que o Poder Executivo precisa ouvir as duas categorias para a formulação da regulamentação lei nacional.

“Peço que o Governo do Estado, no momento de propor essa regulamentação e encaminhá-la, esperando que isso ocorra o mais brevemente possível, para esta Casa, que ouça as entidades que vêm historicamente lutando por essa lei e que têm muita bagagem acumulada para contribuir com a proposta”, apelou o petista.

Foto: Jadilson Simões