Saúde Pública: cerca de 37 mil pacientes realizaram quimioterapia em 2021

Publicada: 23/02/2022 às 16:14

23/2/2022

Por Stephanie Macêdo-Alese

Na manhã desta quarta-feira , 23 de fevereiro, a secretária de Estado da Saúde (SES), Mércia Simone Feitosa, esteve na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para prestar contas da Execução Orçamentária da Pasta, os dados são referentes ao 3º Quadrimestre de 2021. Com a exposição, a gestora atende ao estabelecido pela Constituição Estadual e cumpre dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei de Acesso à Informação Pública

Dentro do panorama geral apresentado pela gestora, destaque para  Atenção Oncológica, Transplante, e atendimento realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Sergipe, o SAMU.

Segundo declarou a secretária Mércia, quanto ao procedimento de Atenção Oncológica, 2021 se revelou um ano de expressivo aumento com relação ao tratamento de quimioterapia, radioterapia e cirurgias oncológicas.”Houve um significativo aumento na produção e nas cirurgias oncológicas em comparação ao terceiro quadrimestre do ano passado e ao deste ano”, apontou.

De acordo com o gráfico apresentado pela SES, o número de procedimentos no tratamento da quimioterapia saiu de 29.296 em 2020, para 36.363 em 2021. A radioterapia saiu de 649 tratamentos para 902, em 2021. Já ás cirurgias oncológicas saíram de 1.289 e, 2020 para 1.422 no ano de 2021. 

A secretária ressalta que os tratamentos e cirurgias da Atenção Oncológica contam com tratamentos realizados nas Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) de Sergipe, ampliando a oferta de cirurgias. Sendo elas, a UNACON do Hospital  Governador João Alves Filho; UNACON do Hospital Cirurgia, e a UNACON do Hospital Universitário de Aracaju, o HUA.

 Transplante

Quanto aos dados  apresentados pela  Central de Transplante, de acordo com  a SES, até o 3º quadrimestre de 2021, o número de potenciais doadores (falecidos) chegou a 5.958. O número da captação de tecidos (córnea), chegou a 89, e de 101 para a efetivação do transplante de tecido. A lista para transplante de córnea chegou ao número de 155, até o período avaliado. A notificação para possíveis doadores chegou ao total de 206, já o número de potenciais doadores chegou a 129. A central realizou o encaminhamento para outros estados o total de 40 órgãos paras erem transplantados.

A secretária esclarece que o Hospital Universitário é habilitado para transplante, com perspectiva de iniciar, no primeiro semestre deste ano, a realização de transplante renal e de fígado. ‘Nós solicitamos habilitação do Ministério da Saúde (MS) para que outros hospitais passem a fazer esses transplantes. Aguardamos o retorno do Ministério”, comunicou.

Samu

Já quanto à produção da Central de Urgência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Sergipe (SAMU), a gestora destacou o total de ocorrência atendidas, sendo exatas: 55.464, dentro do quadrimestre 2021. Deste número, 41.813 (75,38%) para ocorrência pré-hospitalar; 8.344 (15,04%) para as inter-hospitalares e  5.307 (9,56%), para ocorrências mediante orientações.

A secretária adiantou que há tipos de ocorrências mais solicitadas ao SAMU Sergipe, como as de atendimento de causas externas, gineco-obstétrico,  psiquiátrico e o clínico, sendo esse último com maior destaque entre os demais, chegando a atender 10.737 ocorrências no período analisado.

Entretanto, em comparação ao ano anterior, o atendimento de ocorrências, via SAMU, para o atendimento psiquiátrico vem sendo crescente. Até o 3º quadrimestre deste ano  serviço de atendimento móvel atendeu a 2.808 casos em todo o estado.

Mércia Feitosa esclareceu que há um protocolo específico para a ocorrência de estado psicológico. “Há uma parceria com outras instituições para atender a essas chamadas , a exemplo do Corpo de Bombeiros”, revela.

As final da explanação, a secretária esclareceu alguns questionamentos dos parlamentares.

 

Fotos: Jadilson Simões

 

 

 

 

 

Outras notícias para você