No grande expediente da sessão plenária dessa quinta-feira (3), na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), foi realizada uma palestra da Campanha da Fraternidade Ecumênica, que trás o tema: “Fraternidade – Casa Comum, Nossa Responsabilidade”, com o lema: “Quero Ver o Direito Brotar Como Fonte e Cobrar a Justiça, Qual o Riacho que não Seca”, proposta pelos deputados estaduais, Ana Lúcia (PT), Maria Mendonça (PP) e Padre Inaldo (PC do B).

Padre Carlos Alberto Barros Santos. Foto: Jorge Henrique

Padre Carlos Alberto Barros Santos.
Foto: Jorge Henrique

A palestra, proferida pelo Padre Carlos Alberto Barros Santos, pároco do Conjunto Fernando Collor, município de Nossa Senhora do Socorro, teve como objetivo chamar a atenção aos cuidados com saneamento básico, incentivar o consumo responsável dos dons da natureza, e principalmente, com a água, além de apoiar os municípios para elaborarem e executarem o plano de saneamento básico.

“Levar saneamento básico é um direito de todos previsto na constituição, e trazer esse tema para a casa legislativa é fundamental. Estamos aqui para unir forças”, salientou Padre Carlos.

De acordo com o deputado estadual Padre Inaldo, a igreja durante a Campanha da Fraternidade, vem ao longo dos anos, trabalhando temas de ordem social, e este ano trabalhando saneamento básico. “Estudos comprovam que no Brasil, cerca de 50% da população ainda não tem saneamento básico, gerando uma série de doenças, que muitas vezes levam a morte. A igreja deve provocar e incentivar os governantes e toda a população um despertar para as grandes necessidades da população, numa sociedade mais justa e fraterna”, completou.

 

Por Luciana Botto, Agência Alese de Notícias

Fotos: Jorge Henrique