Aprovados PLs que criam dias do Círculo de Oração e da Família

Publicada: 14/12/2022 às 14:05

Por Wênia Bandeira/Agência de Notícias Alese

Os deputados estaduais aprovaram, nesta quarta-feira, 14, os projetos de lei ordinária Nº 271 e Nº 284/2022, autoria dos deputados Daniel Fortes e Doutor Samuel, respectivamente. Os PLs instituem o Dia do Círculo de Oração e Dia Estadual da Família.

O Círculo de Oração foi criado em Recife, no dia 6 de março de 1942, pela pernambucana Irma” Albertina Bezerra Barreto, falecida em 2008, e hoje abrange todo o Brasil em várias denominações, e expandiu-se também em outros países como Argentina, Estados Unidos, Japão, alguns países da Africa, Venezuela e outros.

“A história dessa grande obra veio através da menina Zuleide, filha da irmã Albertina. A menina acometida de uma enfermidade, na época, a qual não andava e nem falava e os médicos especialistas deram-lhe apenas oito anos de vida. Albertina, como toda mulher de oração e fé, convidou algumas Senhoras de sua Igreja para ajudá-la em oração pedindo a Deus pela saúde de sua filha. Sete irmãs se prontificaram e marcaram a primeira reunião para o dia 6 de março de 1942. As irmãs não receberam a resposta das orações de imediato, mas uma vez por semana, se reuniam para clamarem ao Senhor, até que a criança começou a andar e articular as primeiras palavras”, contou Daniel Fortes na justificativa do projeto.

O Dia do Círculo de Oração deve ser comemorado no segundo sábado do mês de setembro. Já o Dia da Família deve ser celebrado em 8 de dezembro com o intuito de valorizar os laços do núcleo familiar. Doutor Samuel destacou a importância deste ciclo para a formação individual de cada integrante já que a primeira forma de convívio social.

“A família é importante na medida em que possibilita a cada membro constituir-se como sujeito autônomo. É o lugar indispensável para a garantia da sobrevivência e da proteção integral dos filhos e demais membros. Ela desempenha um papel decisivo na educação formal e informal. É também em seu interior que se constroem as marcas entre as gerações e são observados valores culturais”, afirmou na justificativa do PL.

Os projetos de lei foram aprovados em votação durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa de Sergipe e seguem para sanção governamental para posterior publicação.

Foto: Joel Luiz/Agência de Notícias Alese