Aprovado projeto que concede o título de Utilidade Pública para Instituto Ágatha

Por Stephanie Macêdo

O Ágatha, Instituto Social que atua no estado de Sergipe visando resgatar e valorizar a mulher em situação de vulnerabilidade através de transformação social e promoção de justiça, obteve a declaração de Reconhecimento de Utilidade Pública pelo Poder Legislativo.  O título se deu durante a votação do Projeto de Lei Ordinária de n°217/2021, de autoria da deputada Maria Mendonça (PSDB).

Na justificativa do Projeto, a deputada explicou que o  objetivo da instituição é trabalhar pelo fim da violência doméstica familiar, ajudando mulheres em estado de vulnerabilidade social e econômica e egressas do sistema prisional, acolhendo e promovendo meios através de programas e projetos, de oportuniza-las a serem autônomas de suas próprias vidas revelando o poder que cada uma delas carrega em si. 

“A missão da instituição é resgatar e valorizar a mulher sergipana em situação de vulnerabilidade através de transformação social e promoção de Justiça, fazendo-as escritoras do seu próprio destino. Inegavelmente, a referida entidade desenvolve um papel de grande relevância para as nossas mulheres sergipanas. Em razão disso, submeti à apreciação dos eminentes Pares o Projeto de Lei”.

O Projeto de Lei da deputada Maria Mendonça foi aprovado por unanimidade. A votação ocorreu nesta útima quarta-feira, dia 29 de setembro.

 

Foto: Jadilson Simões

 

Outras notícias para você