O presidente da Associação Nacional dos Procuradores de Assembleias Legislativas (Anpal), Bruno de Almeida Oliveira compôs a mesa da oficina que debateu entre outros temas, as ‘Emendas Constitucionais e os Novos Rumos das Procuradorias e Advocacias do Poder Legislativo’. “Precisamos da consolidação, garantias e prerrogativas da carreira dos procuradores do legislativo. Existe uma preocupação por parte da Anpal de defender e prestigiar, respeitando as diferenças entre os estados, mas que tenha uma dimensão nacional”, explicou.

Segundo Bruno, as perspectivas de uma aprovação entre a categoria é muito boa, o que é necessário é a discussão para a defesa nacional das pautas da categoria, em relação ao Congresso Nacional. “Esse encontro é a oportunidade que temos de alinhar as ideais e estabelecer uma pauta de consenso em caráter nacional”, enfatizou parabenizando, a organização da Unale e a oportunidade de assumir a presidência da associação em Aracaju.

A oficina da Anpal acontece simultaneamente a XX Conferência Nacional da União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE) que começou na manhã dessa quarta-feira (1), no Campus Universitário da Universidade Tiradentes (UNIT), em Aracaju, e vai até a próxima sexta-feira (3).

ANPAL

A Anpal congrega procuradores que exercem a representação judicial e também desenvolvem atividades de assessoria jurídica, administrativa e parlamentar nos Legislativos Estaduais e na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Fundada em 1993, a Anpal tem como objetivo estatutários a defesa e a representação judicial dos Poderes Legislativos, bem como as prerrogativas dos Procuradores das Assembleias Legislativas.

Por Glice Rosa – Agência Alese de Notícias