Na manhã dessa terça-feira, 07, a deputada estadual Ana Lúcia (PT-SE) participou do seminário Água e o Rio Sergipe, realizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) que atendeu a uma solicitação da Frente Parlamentar Mista de Meio Ambiente, Segurança Alimentar e Comunidades Tradicionais, coordenada pela parlamentar petista. O evento teve como objetivo debater sobre o rio Sergipe, além de ser uma forma de celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 05 de junho.

Diversos representantes de órgãos públicos municipais e Estaduais, da Universidade Federal de Sergipe e de entidades da sociedade civil participaram das discussões. O superintendente estadual de Recursos Hídricos, Ailton Rocha, foi convidado como palestrante e como debatedores, foram convidados os professores Gregório Guirado Faccioli e José Patrocínio Hora Alves, ambos da Universidade Federal.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Olivier Chagas, falou sobre a importância de se realizar um trabalho de conscientização da sociedade em relação a preservação do meio ambiente. “Um evento como esse, com a participação de estudiosos e especialistas da Universidade Federal de Sergipe, que trazem um diagnóstico da nossa realidade, mostrando a situação do rio e apontam soluções para os problemas, como principal preocupação promover consciência ambiental através da educação.

De acordo com Ana Lúcia, a Frente Parlamentar Mista de Meio Ambiente, Segurança Alimentar e Comunidades Tradicionais fez uma indicação, por meio do se mandato, para o Governador do Estado e para o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos para que fosse realizado o seminário com o intuito de se conhecer melhor o rio Sergipe. “A Frente fez a indicação para que a sociedade possa debater sobre a importância do rio e de como podemos recuperá-lo, pois ele banha 26 municípios do nosso estado e mais da metade da população tem benefícios oriundos desse rio, principalmente a cidade de Aracaju. Além disso, o rio Sergipe faz parte da constituição da nossa identidade enquanto povo. Portanto, é de extrema importância esse debate para que possamos ter mais informações que contribuam com a sua preservação e recuperação”, explicou.

 

Por Ascom Parlamentar Dep. Ana Lúcia (Paulo Eduardo Ribeiro)