A deputada estadual Ana Lúcia foi homenageada nesta terça-feira, 03, pelos quilombolas de Brejão dos Negros pela sua atuação em defesa das lutas da comunidade, sobretudo no tocante ao processo de demarcação das terras quilombolas da região. A homenagem aconteceu durante a celebração da festa de Santa Cruz, padroeira da comunidade, localizada no município de Brejo Grande, no Baixo São Francisco.

Na ocasião, a líder comunitária Izaltina agradeceu a deputada pelo apoio prestado ao quilombo no processo de luta pela terra e na consolidação dos avanços conquistados pela comunidade. Além de Ana Lúcia, também foram homenageadas, a cada dia de celebração da festa da padroeira, outras lideranças políticas e religiosas que contribuíram com os avanços sociais na região.

Ana Homenagem 1

“A luta de vocês é muito bonita, porque é uma luta de resistência e de libertação. É uma luta construída e constituída na identidade afro-brasileira. Mesmo diante de tantas adversidades, vocês nunca temeram, pois a construção de vocês é coletiva. E aqui fica a minha homenagem à resistência, à organização e às conquistas, obtidas graças à unidade e ao empenho de vocês. Muito obrigada pela homenagem”, agradeceu a parlamentar.

Ana Lúcia acompanhou lado a lado com os quilombolas o processo de violência vivenciado pelas lideranças e por toda a comunidade diante da luta em defesa da terras onde por diversas gerações já viviam suas famílias. O processo de organização da comunidade resultou, em dezembro de 2010, na demarcação das terras em favor dos quilombolas. De lá para cá, o mandato democrático e popular da deputada Ana Lúcia seguiu auxiliando os quilombolas na mediação de conflitos, na coleta de demandas, além de oferecer consultoria na área de agroecologia para os produtores rurais da região e oficinas culturais para adolescentes e jovens da comunidade.

Celebração

Ana Lúcia estava no município para prestigiar a procissão pelas ruas do povoado Santa Cruz e a celebração da missa em ação de graças à padroeira da comunidade. Após os ritos religiosos, a festa da padroeira foi celebrada com as cores do Maracatu do Brejão e o toque dos atabaques do Grupo Afro Cultural Batuq Danc’Ayiê.

Os moradores contam que a festa é um resgate da tradição do município, que tinha como padroeira a Santa Cruz e que foi substituída posteriormente por Nossa Senhora do Patrocínio. A partir do resgate feito pelos quilombolas, Santa Cruz passou a ser padroeira do quilombo, enquanto Brejo Grande permanece comemorando a festa da padroeira Nossa Senhora do Patrocínio, que acontece todos os anos em novembro.

Rede de Arte Popular

O Batuq Danc’Ayiê é grupo de percussão e dança formado a partir das oficinas da Rede de Arte Popular, realizadas pelo Mandato democrático e Popular da deputada Ana Lúcia. Dele participam adolescentes e jovens da comunidade, que além de desenvolverem as técnicas artísticas de percussão e dança afro, debatem e aprendem as lições de autoafirmação e da riqueza da expressão cultural do povo negro e do despertar da organização coletiva para as lutas.

Por Ascom Parlamentar Dep. Ana Lúcia – Débora Melo