Alese realizará Audiência Pública sobre a situação carcerária em Sergipe

Publicada: 09/08/2022 às 12:33

09/08/22

Por Stephanie Macêdo – Agência 

Na Sessão Plenária desta terça-feira, 09 de agosto, o deputado Iran Barbosa (Psol) utilizou a Tribuna da Casa Legislativa para comunicar a realização de Audiência Pública que tratará sobre ‘Importância da Assistência Religiosa do Sistema Prisional’. O evento irá ocorrer no Plenário da Assembleia Legislativa (Alese), na próxima sexta-feira, dia 12 de agosto, às 8h30.

 “Junto com o Movimento Nacional de Direitos Humanos e Pastoral Carcerária, será promovida uma Audiência Pública que tratará dos 35 anos da Pastoral Carcerária de Sergipe. O tema da audiência é ‘A importância da assistência religiosa no sistema prisional'”, convidou o parlamentar que parabenizou a atuação da Pastoral, salientando que o país segue encarcerando como alternativa para problemas  sociais invés de buscar as alternativas de fundo para soluções dos problemas.

Grande Expediente

No momento do Grande Expediente da Sessão,  Iran Barbosa teceu comentários sobre ato público que ocorreu no último domingo, dia 7, em Propriá, no município de São Miguel. Segundo o deputado, o ato marcou os 100 dias de execução do conselheiro tutelar da comunidade, José Alisson Marques, de 28 anos.

“Ele um estudante de direito, sem antecedentes criminais, cumpridor de seus direitos e deveres, era um cidadão querido e respeitado na comunidade. Era defensor da infância e da juventude e enfrentava, na condição de conselheiro, os atos que provocam desrespeito aos direitos  dessa parcela da população. O que, evidentemente, o colocava em situação de enfrentamento de determinadas realidades, de pessoas e setores da sociedade. Ele foi executado no dia 28 de abril, em sua residência, segundo dados que temos, por policiais encapuzados”, contou.

Segundo expôs o deputado, a motivação da morte do conselheiro foi uma denúncia anônima, por telefone, contra Alisson e seu irmão sobre assassinato que ocorreu na região. “Então, os policiais foram executar mandato de prisão, às 5h da manhã, na casa de Alisson que estava no banheiro. Segundo o registro policial, durante prisão houve resistência por parte de Alisson, que acabou sendo morto pelos policiais”, contou o deputado.

“Sergipe figura como terceiro estado com maior letalidade das ações policias, e precisamos mudar esse cenário”, externou Iran Barbosa, que encerrou sua fala prestando solidariedade aos familiares e a população local. Afirma que levou ocorrência do ato público para a Tribuna por morte de conselheiro ter marcado e  mobilizado a circunvizinhança do município de Propriá ao evento.

“Precisamos de respostas, e quero fazer apelo por celeridade necessária para que a comunidade e a família tenham justiça”, concluiu.

 

Fotos: Joel Luiz

 

 

 

 

 

Outras notícias para você