Alese lamenta a morte da gestora Sandra Coêlho

Publicada: 28/02/2022 às 15:56

28/2/2022
Por Aldaci de Souza

A Assembleia Legislativa de Sergipe lamenta em nome do presidente em exercício, deputado Francisco Gualberto (PT) e dos demais parlamentares, a morte da gestora de RH, Sandra Maria Coêlho Nunes, vítima de pneumonia bacteriana aos 74 anos, na manhã desta segunda-feira, 28.

Cearense de nascimento, Sandra Coêlho graduou-se em História Natural pela Universidade Católica de Pernambuco, tendo chegado ao Estado de Sergipe nos anos 70 ao lado do esposo Sérvulo Nunes e do filho Igor.

Atuou como chefe de gabinete de Jackson Barreto, quando prefeito de Aracaju, como gestora de RH da extinta Energipe e trabalhou na Secretaria de Estado da Educação – SEED. Presidiu por mais de um mandato a Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Sergipe (ABRH-SE) e atuou como diretora da ABRH Nacional.

Foi filiada ao Partido Socialista Brasileiro onde atuou na liderança das Mulheres Socialistas e na Fundação João Mangabeira.

O velório acontece no Velatório Osaf e o sepultamento será às 17h no Cemitério Colina da Saudade.

A Alese se solidariza com o esposo, filhos, netos, noras, genros, demais familiares e amigos neste momento de dor profunda.

Foto: Arquivo Pessoal

 

 

Outras notícias para você