Alese homenageará o Centenário da professora Maria Thétis Nunes

Publicada: 13/01/2023 às 12:31

Por Stephanie Macêdo/Agência de Notícia Alese

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), através da Mesa Diretora, está sendo parceira da realização do Centenário Maria Thétis Nunes, que acontecerá na próxima semana, de 16 a 19 de janeiro, no auditório do Centro de Excelência Atheneu Sergipense, situado na Praça Graccho Cardoso, na capital sergipana.

O professor doutor em história e filosofia, assessor especial da Assembleia Legislativa de Sergipe, Jorge Carvalho do Nascimento, destacou a importância da celebração dos 100 anos da educadora sergipana.  

“O  Centenário Maria Thetis  é extremamente importante, ela foi uma grande pesquisadora, não só em Sergipe como no Brasil. Uma mulher que foi adida cultural do Brasil na Argentina, que foi professora da Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe, que foi do corpo docente da Universidade Federal de Sergipe quando a Universidade foi fundada, que foi membro da Academia Sergipana de Letras. Então, uma mulher com toda essa história de vida não poderia completar cem anos do seu nascimento sem que nós fizéssemos um registro à altura da sua história”, externou o historiador.

Programação

A organização do evento conta com a colaboração e a parceria de várias instituições. Junto ao Poder Legislativo estão a Academia Sergipana de Letras, Academia Sergipana de Educação, Universidade Federal de Sergipe, Universidade Tiradentes e Centro de Excelência Atheneu Sergipense.

A programação do Centenário conta com a realização de um Seminário e três Mesas Redondas. No dia 16, às 9h, ocorrerá –  após descerramento da Placa Comemorativa ao Centenário de Nacimento de Maria Thétis –  a abertura do ‘Seminário Thétis, Ano 100‘.

No dia 17, às 9h, a programação segue com a Mesa Redonda ‘Thétis Nunes, Intelectual da Educação’. No dia 18, às 9h, ocorrerá a Mesa Redonda ‘A Pesquisadora Maria Thétis Nunes’. E para finalizar a programação do Centenário, no dia 19, às 9h, será debatida a Mesa Redonda ‘Thétis Nunes, a historiadora’.

Vida e Carreira

Foto Divulgação: Portal UFS

Natural de Itabaiana, nascida em 6 de janeiro de 1923 – data que completaria cem anos –, formou-se em Geografia e História na primeira turma da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal da Bahia, e em Museologia no Museu Histórico Nacional, Thetis Nunes iniciou sua carreira acadêmica no Atheneu Sergipense, vindo a trabalhar como professora e pesquisadora na UFS, onde foi titular de História do Brasil, História Contemporânea e Cultura Brasileira.

A sergipana se aposentou com 47 anos de dedicação ao magistério, tendo ocupado o cargo de vice-reitora por duas vezes. Foi autora de várias publicações em livros, além de artigos e ensaios em revistas científicas, presidiu o Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe por 30 anos e ocupou a cadeira número 39 da Academia Sergipana de Letras. Veio a falecer em 2009, aos 86 anos.

 

Foto: Divulgação