Alese entrega Medalha de Honra ao Mérito Parlamentar a João Oliva, in memorian

Publicada: 20/12/2022 às 18:03

Por Stephanie Macêdo/Agência de Notícias Alese

O jornalista, radialista, escritor e acadêmico João Oliva Alves completaria, no próximo dia 29 de dezembro, se vivo estivesse, 100 anos. Nesse cenário de celebração à memória do comunicador sergipano, a Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese) realizou na tarde desta terça-feira (20) uma Sessão Especial para conceder a ‘Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar’ a João Oliva (in memorian).

Iran é o autor da propositura que concede a Honraria a João Oliva

Em seu discurso, o autor da propositura, deputado Iran Barbosa, do Psol, revelou que a  iniciativa da concessão da honraria partiu de uma conversa com o filho do jornalista, o advogado e professor Luiz Eduardo Oliva, que não compareceu ao evento por questões de saúde.

Segundo destacou ainda o parlamentar, o Estado inteiro conhece o valor, a história e a contribuição de João Oliva para o jornalismo e rádio em Sergipe. “João Oliva é pai e avô  de uma geração de filhos também dedicados a intelectualidade do nosso estado. Nós achamos, por bem, neste ano, que é ano do centenário, fazer essa homenagem, que é justa. É um reconhecimento a todo o seu trabalho. Essa homenagem se estende a toda uma geração de jornalistas que marcou aqui o nosso estado. Portanto, é com muita satisfação que, após a conversa que teve com o Eduardo Oliva, filho do homenageado, apresentei a sugestão a Assembleia Legislativa, que provou  por unanimidade. Se vivo estivesse, estaremos fazendo essa homenagem justa, merecido e necessária”, declarou Iran Barbosa.

Amigo do homenageado, o professor doutor em história e filosofia, advogado e assessor especial da Assembleia Legislativa de Sergipe, Jorge Carvalho do Nascimento é contemporâneo de João Oliva. Presente na solenidade festiva, destacou a importância da menção honrosa ao legado do  jornalista.

Jorge Carvalho enaltece a honraria ao homenageado

Segundo relatou, João Oliva é um dos homens mais importantes da história da mídia em Sergipe. Enfatiza que reconhecer e aplaudir o centenário de nascimento do homenageado é uma obrigação de todos os sergipanos.

“Eu  particularmente fico sensibilizado. João Oliva é um jornalista conhecido, um editorialista de muita qualidade. De Riachão do Dantas, veio para a capital e logo foi trabalhar na Gazeta de Sergipe ao lado de nomes como Orlando Dantas,  José Rosa de Oliveira Neto e outros tantos, escrevendo artigos de fundo, fazendo editoriais. Depois se transferiu para o Jornal A Cruzada, onde foi diretor, nomeado pelo arcebispo de Aracaju, Dom José Vicente Távora. João Oliva exerceu também o jornalismo político, momento que foi marcado por alguns episódios muito relevantes quando foi secretário de Imprensa do governador João Seixas Dória. Quando houve o golpe militar em 1964, João foi uma figura central, ele escreveu uma carta a qual Seixas Doria afirmou que não iria apoiar a ditadura, e com isso, terminou sendo deposto do governo”, mencionou Jorge, enfatizando ainda que além de jornalista, João foi também um escritor muito qualificado e um poeta refinado.

“Ele te muitos poemas publicados. João construiu também uma família de intelectuais, de pessoas muito influentes na vida sergipana, como a professora Terezinha Oliva, do departamento de História da Universidade Federal de Sergipe; Luis Eduardo Oliva, jornalista como o pai, advogado, gestor público, figura muito importante na liderança da vida cultural e também, o médico Almir Oliva,  que é um nome importante da Medicina do estado”,  disse.

Filha de João Oliva, Teresinha Oliva, agradece aos deputados pela homenagem a seu pai

Honraria

A maior honraria da Assembleia Legislativa de Sergipe, a ‘Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar’, foi entregue a professora Teresinha Alves Oliva, filha do homenageado. Na ocasião, Teresinha fez uma explanação sobre o legado de  seu pai, José Oliva, morto há 03 anos (1922-2019).

Ela se diz muito orgulhosa por tantos discursos de louvor sobre a vida de seu pai. “Isso é o nosso patrimônio. É o que eu costumo dizer, diante dessas manifestações que temos recebido por ocasião do centenário dele. São como bálsamo para a nossa alma e preenche esse vácuo que a saudade dele deixou”, externou Teresinha Oliva, que na ocasião da Sessão Especial agradeceu ao deputado Iran Barbosa pela  homenagem.

Parentes, amigos, representantes da Academia Sergipana de Letras, da Academia Sergipana de Medicina, da Associação Sergipana de Imprensa, entre outros convidados, participaram da Sessão Especial.

 

 

 

Fotos: Joel Luiz- Agência de Notícias Alese