O movimento entre o espelho e a alma é discorrido na obra poética  “13 Bruxas”, de autoria da professora universitária, Ana Azevedo.  A realização da obra foi discorrida pela autora  do livro durante entrevista concedida à Agência de Notícias Alese e a Tv Alese, veículos de comunicação da Assembleia legislativa de Sergipe.

professora-ana-azevedo-foto-jadilson-simoes-301116-1O livro reúne mistério e ficção, traz uma sensibilidade do olhar feminino, conta a autora Ana Azevedo.  “É um livro que se passa no Agreste Sergipano, a partir de 13 personagens. Livro está  no entrelaçamento entre a ficção e  a realidade, o vivido e o imaginado.

As personagens são, a amante, a feirante, a prostituta,  e a maternidade também aparece nesse cenário das 13 mulheres.

 

Provocação

Fala a autora do tempo de escrita e de seu estímulo. Segundo relata, a produção durou quase um ano, e teve como provocação inicial   da realização da  escrita  o artista plástico, Ismael Perreira.  “Ao ler minhas crônicas afirmou que eu teria uma alma de romancista. Eu acreditei,  e tenho maior prazer. Lançamos ontem esse livro na Sociedade Semear. Recomendo a leitura não só às mulheres, mas aos homens também, para que possam  conhecer a ama da mulher, e a sua pluralidade”, aconselha a autora, pois segundo ela, “livro fala de pele e sentimentos, o espelho da alma”, contou Ana Azevedo.

Por Agência de Notícias Alese

Fotos: Jadilson Simões.