Por Assessoria Parlamentar

O deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos) utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, dia 13, para homenagear o Hospital de Cirurgia. Ele apresentou uma Moção de Aplausos à instituição filantrópica pela dedicação e serviços prestados em saúde pública, especialmente neste período de combate e enfrentamento ao coronavírus. 

“O Hospital de Cirurgia é uma das mais antigas e importantes instituições de saúde de Sergipe. Ele está sob uma intervenção judicial, uma ação de um Poder, intervindo diretamente na construção positiva de uma gestão. Em 2018, foi nomeada a enfermeira Márcia Guimarães como interventora judicial que tem relevantes serviços prestados à Saúde em Sergipe. Tive a oportunidade e a alegria de trabalhar e aprender muito com ela que, tecnicamente falando, ensinou-me muito sobre saúde pública”, disse Sobral, destacando que o profissionalismo e a sintonia da atual equipe gestora fazem a diferença na assistência ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Acompanhada por Dr. Rilton Morais (diretor técnico), Dr. Edney Caetano (diretor clínico), Dr. Alex Vianey (diretor de ensino) e Dr. Luciano Passos (presidente do Conselho Deliberativo), Márcia e todos os profissionais construíram ações, nesse momento da pandemia, que merecem ser observadas, elogiadas e reconhecidas. Todos os funcionários do Hospital Cirurgia merecem nossos aplausos e têm muito a compartilhar pela eficiência e pelo exemplo de gestão”, reconheceu Zezinho Sobral.

Para Zezinho Sobral, a instituição construiu um modelo de gestão de forma inicial e preventiva e se tornou uma unidade SUS com características e perfis de um hospital de primeiro mundo. O parlamentar destacou que, diante do cenário da pandemia do coronavírus, a humanização foi um dos fatores agregados na prestação de serviços.

“O Cirurgia iniciou o processo de gestão do combate à Covid-19 capacitando médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, biomédicos, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de enfermagem e de laboratórios, profissionais da limpeza, vigilância e logística. Todos foram preparados e acalentados desde cedo com a chegada dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e preparados sobre os protocolos adotados na condução do paciente com Covid. A gestão amparou os profissionais para receber aqueles que precisam do acolhimento, oferecendo excelência no tratamento”, destacou. 

Ainda na Tribuna, o deputado Zezinho Sobral ressaltou a abertura dos leitos para atender aos pacientes acometidos pela Covid 19. “Hoje, o Hospital Cirurgia possui o total de 65 leitos de UTI. Foram abertos 40 leitos de UTI exclusivos para Covid. Desses 40 recém-abertos, 30 permanecerão ativos e à disposição de pacientes com outras comorbidades. Foram 40 leitos reformados e três alas de internamento reformadas. Além da reforma dos espaços físicos e da construção da hotelaria no serviço hospitalar, vimos um tratamento especial nas alas apresentadas. Hoje, é um hospital enxuto com 344 profissionais. Durante a pandemia, o Cirurgia teve 142 pacientes com alta e que venceram o coronavírus”, sinalizou o deputado.

Durante o pronunciamento, o parlamentar ressaltou a importância de parcerias para a concretização das melhorias no Hospital Cirurgia e garantir a assistência aos pacientes vítimas da Covid-10. Para ele, a gestão não se preocupou apenas em prestar um atendimento de qualidade no momento pandêmico, mas pensou na permanência das ações de infraestrutura para garantir a assistência aos sergipanos no futuro. Dentre os  parceiros que contribuíram para o sucesso da gestão estão o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado Saúde (SES), Tribunal de Justiça de Sergipe, Fecomércio, Banese, grupo LIDE, diversas associações, empresários e voluntários individuais que se uniram a aquisição de equipamentos e mobiliar todos os leitos.

“Essa Moção é uma forma de gratidão à enfermeira Márcia Guimarães, a todo corpo diretivo e clínico capacitados para gerenciar crise e a todos os 344 profissionais do Hospital de Cirurgia que Sergipe reconhece todo trabalho. Agradecemos por todo carinho e compromisso com os pacientes e somos gratos pelas vidas que foram salvas. A missão de salvar, cuidar e orientar é muito bem compreendida. Sergipe vê como exemplo toda a  fundamentação organizacional que é gerir hospital de alta e média complexidade. Em nome do povo sergipano, agradeço por salvar vidas, diminuir a dor e nos acolher”, finalizou Zezinho Sobral.

Foto: Divulgação Ascom