Por Ascom Parlamentar

O deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) participou nesta segunda-feira, 19, da abertura do ‘Investe Turismo – Parcerias para transformar destinos’, evento promovido em parceria do Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Ministério do Turismo (Mtur), Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), Sebrae Nacional e Sebrae Sergipe. As discussões giraram em torno do fortalecimento do investimento público e privado para o turismo na Rota Aracaju/Canindé, promovendo ações de acesso e inovação na oferta de produtos e serviços.

O Investe Turismo proporcionará diversas ações que ampliarão o acesso dos microempreendedores individuais às estratégias e ferramentas de inovação para elevar a competitividade do setor, divulgar o turismo sergipano, além de gerar emprego e renda. A expectativa é incentivar e beneficiar 120 pequenos negócios envolvendo a rede hoteleira, agências de viagens, empresas de turismo receptivo, bares, restaurantes, locadoras de veículos, guias de turismo, empresas de entretenimento e lazer, artesãos, grupos folclóricos, além de 60 potenciais empreendedores atuantes em Aracaju, São Cristóvão, Laranjeiras, Estância, Itabaiana e Canindé de São Francisco.

“Esse evento, com a presença do trade turístico, foi de fundamental importância para discutirmos aspectos destinados aos avanços dessa atividade econômica aqui em Sergipe. Nosso estado tem grande potencial turístico e precisa estar inserido nas grandes rotas. O Investe Turismo abrirá novas portas e expandirá os atrativos de Sergipe”, destacou Zezinho Sobral.

Na opinião de Higino Brito Vieira, secretário adjunto do Ministério do Turismo, “Sergipe tem grandes potenciais. Possui muitas peculiaridades e merece um turismo bem estruturado. Turismo é emprego, renda, economia e divulgação. Faremos estudos e diagnósticos para estabelecer um plano de ação para melhor destinar os recursos e aprimorar essa área tão importante”.

Em seu discurso, o governador Belivaldo Chagas disse que é preciso trabalhar a política do turismo como política de estado. “É essencial incrementarmos o turismo sergipano, profissionalizar toda a cadeia produtiva. O Investe Turismo chegou em uma excelente hora, onde precisamos unir forças para colocar Sergipe em destaque no mundo. Venho conversando com companhias aéreas para que seja ampliado o número de voos para Sergipe. Os sergipanos e os turistas precisam e pedem. Discutir o turismo de forma conjunta será fundamental para fortalecer o segmento”, reforçou.

Desenvolvimento sustentável

Zezinho Sobral reforçou a preocupação com o zoneamento costeiro sergipano, com o gerenciamento do litoral do Estado de Sergipe e a compatibilização das atividades econômicas para promover o desenvolvimento. Ele conversou com Gilson Machado Neto, presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) sobre a temática e destacou que as discussões giram em torno da construção do Plano de Gerenciamento Costeiro do Estado e do zoneamento econômico-ecológico.

Para o parlamentar sergipano, é preciso evitar a criação de normas que possam dificultar a competitividade, a produção e o comércio dos pequenos e médios aquicultores e carcinicultores. Segundo ele, Sergipe tem condições de manter áreas de preservação ambiental e empreender um desenvolvimento sustentável sem a necessidade de inviabilizar atividades importantes para nossa economia como agricultura, aquicultura e, também, o turismo, que são o sustento de milhares de famílias.

“É preciso reconhecer as áreas turísticas que hoje estão inviabilizadas graças às normas infralegais (portarias do Ibama) que transformaram Sergipe em um estado com maior área de preservação ambiental, sendo ele o menor de todos geograficamente. Sergipe possui mais de 40% do seu território com áreas não exploráveis. Todo litoral, exceto Aracaju, não é acessível. Essa construção pode destravar o desenvolvimento turístico de áreas como Caueira, Pirambu, Abais, Crasto, Brejo Grande, Neópolis, Praia do Saco, o Baixo São Francisco, entre outras áreas com potencial turístico fantástico”, afirmou Zezinho Sobral.

Gilson Machado se prontificou a somar esforços e fazer os encaminhamentos do deputado estadual Zezinho Sobral. “Infelizmente, esse problema não é específico de Sergipe, no tocante à questão ambiental. Temos como exemplo a Bacia de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Vamos destravar, sim. Precisamos gerar emprego e renda, colocar o povo para trabalhar. O Brasil é maravilhoso, tem o maior recurso natural do mundo sub-utilizado e, por causa desses entraves, vamos modificar essa realidade. Não vejo o Brasil sem o protagonismo do turismo. Levarei o deputado Zezinho Sobral para conversar com Ricardo Sales, ministro do Meio Ambiente, e Eduardo Bin, presidente do Ibama”.