O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP), usou na manhã da última quarta-feira (30), o grande expediente da Sessão Itinerante, que aconteceu na cidade de Estância, para opinar sobre a atual situação política, social e econômica do Brasil. Ele disse que vem acompanhado toda a movimentação em Brasília, lido as opiniões sobre as posições a favor e contra o Governo Dilma Rousseff e afirmou que essa é “a maior crise moral que o país já passou”.
Segundo ele, após ouvir todos os pronunciamentos das lideranças políticas durante a sessão itinerante, não poderia deixar de falar a respeito da crise pela qual passa o país, que para ele, é a maior de todos os tempos e segundo Venâncio, “o bonito da democracia são os contraditórios, um respeitando a opinião do outro, ninguém é dono da verdade”.

Venâncio observou que o Brasil atravessa um momento onde é preciso reflexão da classe política e do povo brasileiro. “A eleição tá se aproximando e nos temos o dever se saber escolher e bem. O povo tem o poder da mudança, que o faça de forma coerente”, acrescentou.

Para Venâncio, o debate em torno do pedido de impeachment, que o Partido dos Trabalhadores (PT) atribui a uma tentativa de golpe, está previsto na Constituição Brasileira, considerada a constituição cidadã, uma das mais democráticas. “Ouvi a opinião de vários ministros, inclusive do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowisk, que afirmou que golpe é um termo político, o impeachment ele é constitucional. Se é Golpe, porque o PT requereu o impeachment do Sarney, de FHC, de Itamar Franco, de Collor?”, questionou.

O parlamentar citou uma pesquisa do Ibope divulgada na manhã dessa quarta-feira (30), indicando que, em cada 10 brasileiros oito não confiam na presidente Dilma, para ele a credibilidade de Dilma foi abalada porque o que pregou em campanha eleitoral não cumpriu. “O Governo perdeu a sustentação política e popular e ainda perdeu o apoio político no Congresso e a própria base está dando apoio ao impeachment”, concluiu afirmando que “O PT vai fazer com brilhantismo e competência o que mais sabe fazer, oposição.

Aparte

A deputada Ana Lúcia (PT), fez um aparte ao discurso de Venâncio Fonseca para contestar as informações e opiniões do parlamentar. Para ela, o pedido de impeachment caracteriza golpe porque não existe nada contra a presidente Dilma e a movimentação é contra a democracia.
Por Glice Rosa – Agência Alese de Notícias