TV Alese: Programação de 22 a 24 de fevereiro

Publicada: 22/02/2022 às 11:02

21/2/2022

As sessões legislativas, os programas e os debates compõem a programação da TV Alese (Canal 5.2), por meio de conteúdo baseado na transparência e cidadania para aproximar ainda mais a relação do parlamento com o povo sergipano. Acompanhe a agenda semanal do que vai ao ar no período de 22 a 24 de fevereiro.

Programa Congresso em Pauta (9h)

Terça-feira, 22 de fevereiro

Tema: MP 1067/2021 – PL 6.330/19 – Altera a Lei Nº 9.656, de 3 de junho de 1998, para dispor sobre o processo de atualização das coberturas no âmbito da saúde suplementar.

–  Novo processo de atualização do rol de procedimentos e eventos em Saúde, no âmbito da ANS, e cria a Comissão de Atualização do Rol de Procedimentos e Eventos na Saúde Suplementar.

Quarta-feira, 23 de fevereiro

Tema: PL 3422/2021 – Projeto que prorroga a vigência da Lei de Cotas nas Universidades Federais e Institutos Técnicos Superiores de autoria do deputado Bira do Pindaré (PSB-MA).

– A propositura considera que é necessário um prazo maior para iniciar o debate sobre a revisão da matéria, prevista inicialmente para 2022. O programa de cotas, iniciado há 10 anos, amplia o acesso de estudantes pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência ao ensino superior público.

Quinta-feira, 24 de fevereiro

Tema: PL 6299/2002 – Altera a Lei Nº 7802, de 11 de julho de 1999, que “dispõe sobre a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda comercial, a utilização, a importação, o destino, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus componentes e afins, e dá outras providências.”

Programa Além da Pauta (14h30)

A importância dos cuidados com a saúde durante a gestação

Terça-feira, 22 de fevereiro

Tema: Queda de 13% nas consultas e exames pré-natal na pandemia

– Um levantamento realizado pelo Conselho Federal de Medicina, com dados do SUS, revelou queda de 13% nas consultas e exames pré-natal durante a pandemia. O Além da Pauta irá conversar com os ginecologistas e obstetras Maria Carolina Maia e Kelso Passos sobre a importância desse acompanhamento para a saúde das mulheres gestantes.

Quarta-feira, 23 de fevereiro

Tema: Saúde da gestante- A violência obstétrica e o parto humanizado

– Em dezembro do ano passado, uma influenciadora digital relatou ter sofrido ofensas do médico durante o parto da sua filha mais nova. O caso teve grande repercussão na mídia e redes sociais, estimulando o debate sobre a violência obstétrica e os direitos das mulheres parturientes. O programa contará com a participação da enfermeira obstetra, Tanila Glaeser, especialista em parto humanizado, e o médico obstetra e vereador por Aracaju, Manuel Marcos.

Quinta-feira, 24 de fevereiro

Tema: As questões sociais e de saúde da gravidez na adolescência

– O Governo Federal lançou no início de fevereiro a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, uma iniciativa saudada pela importância do tema, mas que também recebeu críticas por parte do seu conteúdo. Para este debate o programa irá conversar com a professora Antonina Gallotti, especialista em Direito da Criança e do Adolescente, a médica Ana Jovina Bispo, presidente da Sociedade Sergipana de Pediatria, e a psicóloga Kayse Alcântara.

Programa Elas no Comando (16h30)

Terça-feira, 22 de fevereiro

Tema: Mulheres são maiores vítimas da síndrome do impostor

– Conhecido como pessimismo defensivo, a Síndrome do Impostor não é classificada como doença mental, mas sim um sintoma. Muito comum entre pessoas que tem profissões competitivas e as mulheres são as maiores vítimas dessa síndrome.

Quarta-feira, 23 de fevereiro

Tema: Mulheres jornalistas recebem o dobro de ataques no Twitter

– Mulheres jornalistas recebem mais do que o dobro de ofensas no Twitter em comparação com os homens na mesma profissão. Os termos mais usados contra as profissionais na tentativa de deslegitimar o trabalho são os seguintes: comunista, ‘jornazista’, ridícula e canalha. Além disso, o racismo contra negras também apareceu entre as ofensas.

Quinta-feira, 24 de fevereiro

Tema: Mulheres estão dominando a cena do trap no Brasil

– Conhecido pelos efeitos que distorcem voz e batidas graves, acompanhados de muita rima, o trap vem se popularizando no Brasil. O estilo do rap surgiu por volta dos anos 2000.

 

Foto: Joel Luiz

 

Outras notícias para você