Por Assessoria Parlamentar

Na tarde de hoje (10), o Deputado Estadual Dilson de Agripino recebeu em seu gabinete representantes dos taxistas sergipanos que buscam apoio para encontrar alternativas viáveis para o fortalecimento do trabalho da categoria no Estado.

Estiveram presentes o presidente da FECOOPETAX- Federação de Cooperativas de Taxistas de Sergipe, Aloísio Paulino, o vice José Cleidiano, o presidente da Cooperativa de Transportes Alternativos de Simão Dias, Milton e o Diretor de Comunicação da entidade, Gerson Taxista.

“Estivemos no gabinete do Deputado Dilson para pedir o seu apoio em lutas da nossa entidade. Trouxemos demandas dos nossos associados, como a necessidade de redução no valor do gás, principalmente para nós que prestamos serviço e utilizamos mais gás que a população comum. Não é justificável que de três em três meses tenhamos aumentos significativos no seu valor. Além disso, pedimos o apoio do Deputado Dilson para que possa dialogar, junto aos Deputados Federais e Senadores sergipanos, sobre o projeto de Lei 4601/2019 que está prestes a ser aprovado na Câmara Federal e que trata sobre a revogação de artigo 2ª da Lei 13.855 de 8 de Julho de 2019 que criminaliza o transporte alternativo de passageiros.”, comentou o Sr. Gerson Taxista, diretor de comunicação da COPETAX.

“Na federação nós temos 11 cooperativas associadas, que totalizam 890 taxistas que necessitam de uma representação na ALESE. Nós estivemos aqui para pedir ao Deputado Dilson que nos ajude em diversas demandas. Pedimos que seja feita uma Audiência Pública com todas as cooperativas da FECOOPETAX para que possamos ampliar as discussões dessa reunião e que tenhamos nossa voz ecoada por todo o Estado.”, ressaltou Aloísio Paulino, presidente da FECOOPETAX.

O Deputado Dilson de Agripino informou que todas as demandas serão avaliadas e discutidas entre sua equipe técnica e que nas próximas semanas, outros encontros ocorrerão para que os anseios dos taxistas sergipanos sejam atendidos e debatidos na Assembleia Legislativa de Sergipe.