Silvia Fontes repudia o não comparecimento do diretor geral da Fundação Hospitalar de Saúde na Alese

A deputada estadual e presidente da Comissão de Saúde, Higiene, Assistência e Previdência Social da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), Silvia Fontes (PDT), ocupou a tribuna  no pequeno expediente na manhã desta terça-feira (23), afim de repudiar o não comparecimento da diretoria geral da Fundação Hospitalar de Saúde de Sergipe à Casa Legislativa.

 
Em seu pronunciamento, a parlamentar justificou que por duas ocasiões expediu ofício/convite para Hans Lobo, atual gestor da FHS, com intuito dele prestar esclarecimentos acerca das despesas e receitas da instituição.

 
“Hans Lobo teve a sua primeira convocação no dia 03 de agosto do corrente ano, logo após o retorno dos trabalhos legislativos. Haja vista, o gestor solicitou que a visita fosse realizada no final do mês, datada para o dia 25”, explicou.

 
Silvia Fontes disse ainda em seu discurso, “fico bastante chateada, não sei o motivo pelo não comparecimento do diretor geral da Fundação Hospitalar de Saúde de Sergipe a esta casa, uma vez que o agendamento teria sido firmado entre as partes há mais de um mês”, ressaltou.

 
Ainda  pequeno expediente, a parlamentar se mostrou preocupada com o fechamento da maternidade do município de Capela, transferindo o atendimento às gestantes para o Hospital Regional de Nossa Senhora do Socorro. “É necessário reestruturar o Hospital Regional de Socorro para atender a demanda”, disse.

 

Finalizou o pronunciamento agradecendo ao governador do Estado, Jackson Barreto, que se comprometeu em suspender nos próximos 40 dias o fechamento da maternidade de Capela, reestruturando o Hospital Regional para que possa suprir o atendimento.

 

Por Luciana Botto – Agência de Notícias Alese
Foto: Jorge Henrique

Outras notícias para você