Por Habacuque Villacorte – Rede Alese

Por iniciativa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), a Alese promoveu uma Sessão Especial, na tarde dessa terça-feira (3), para celebrar os 70 anos do Colégio Estadual Murilo Braga (CEMB), situado no município de Itabaiana. Na oportunidade, diretores, ex-diretores, alunos e ex-alunos da escola foram homenageados.

Sessão Especial foi bastante concorrida

Sem esconder a satisfação por ser o terceiro presidente da Assembleia Legislativa, filho de Itabaiana, o deputado Luciano Bispo agradeceu as presenças de todos que “muito obrigado, de coração! Eu sei que todos vocês aqui estão tão felizes quanto eu! Demorou um pouquinho, mas você não tem noção do trabalho que deu para resumir uma homenagem sobre esses 70 anos em cerca de 30 minutos”.

Luciano Bispo externou ainda que uma de suas preocupações era não cometer injustiças nas homenagens que estavam sendo promovidas sobre o Colégio Murilo Braga. “Quem se quando o Colégio completar 80 anos se a gente não está aqui prestando uma nova homenagem? Quando eu assumir a presidência, antes de tocar o hino de Sergipe, tocou o hino de Itabaiana. Eu sou bairrista! Salve os 70 anos do Murilo Braga!”.

Durante a Sessão Especial a TV Alese exibiu um documentário contando trechos da história do Colégio, com relatos e depoimentos de itabaianenses que foram alunos do Murilo Braga e que fazem história até hoje, levando o nome da cidade serrana para o restante do Estado e para o Mundo. Também houve uma apresentação da Cia de Artes da Alese prestando uma homenagem cultural pelos 70 anos do colégio.

José Rivaldávio Lima

Advogado José Rivaldávio Lima

Em seguida, o professor e advogado José Rivaldávio Lima, fez uma exposição histórica sobre a fundação do Colégio Murilo Braga, destacando o empenho do então governador José Rollemberg Leite. “Ele (governador) e o professor Acrísio Cruz foram dois baluartes que nós temos que reverenciar. Em uma conferência da Unesco, no Rio de Janeiro, em 1942, foi dito que Sergipe estava em último lugar na Educação e ele sugeriu que nosso Estado poderia ser parte do projeto-piloto de interiorização, para formar professoras nas Escolas Rurais”.

Gladston dos Santos

O diretor do Colégio Murilo Braga, Gladston dos Santos, também fez uma exposição, mas para agradecer. Ele disse que foi aluno da unidade de ensino e que agora tem a oportunidade de também dar sua contribuição. “É com muita alegria que a gente ver tanta gente que fez história naquele colégio aqui nesta sessão especial, sendo homenageados. Nossa equipe também tem dado a contribuição para que a gente possa expandir ainda mais o Murilo Braga e este momento nosso é de gratidão a todos vocês que ajudaram a edificar aquela escola e que, se hoje existe, teve a colaboração de cada um de vocês”.

José Carlos Machado

Ex-deputado José Carlos Machado

Também bastante emocionado pela oportunidade de falar para os presentes sobre o Murilo Braga, o ex-deputado federal José Carlos Machado disse que apesar da crise financeira que assola o País e Sergipe, em Itabaiana os reflexos são menores graças ao empreendedorismo daquele povo, em especial, os ex-alunos da Escola. “Desejo tudo de bom para todos que fazem e fizeram história do Murilo Braga, que sempre concorreu com os melhores colégios de Aracaju. Éramos rivais em tudo”.

Machado ainda colocou que uma das coisas que jamais os responsáveis pelo Murilo Braga deixaram faltar por a preservação da qualidade de ensino. “Tínhamos como obrigação ao sair de Itabaiana e vir para o Atheneu em Aracaju de sermos os melhores daqui de Aracaju. O Murilo Braga transformou a sociedade itabaianense. Lá tem crise e desemprego, mas bem inferior ao que vemos no Brasil e nos demais cantos de Sergipe. A capacidade de empreender daquele povo é extraordinária. E o Murilo Braga são responsáveis por tudo isso”.

Fotos: Rosângela Dória