Professor Petrônio Domingues recebe Título de Cidadão Sergipano

Publicada: 29/11/2022 às 13:15

Por Aldaci de Souza – Agência de Notícias Alese

O mais novo Cidadão Sergipano é o professor-doutor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Petrônio José Domingues. O Título de autoria do deputado Iran Barbosa (PSOL), foi entregue na manhã desta terça-feira, 29, no gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa de Sergipe. O presidente Luciano Bispo (PSD), destacou a homenagem.

Presidente Luciano Bispo enaltece o trabalho do homenageado

“Essa é uma homenagem muito merecida a um professor e pesquisador da Universidade Federal de Sergipe, que defende a igualdade, defende o movimento negro e nós da Assembleia Legislativa de Sergipe estamos muito felizes em torná-lo sergipano de fato e de direito, já que ele era sergipano de coração. Um homem que tem uma sensibilidade pela causa da igualdade, num país em que ainda existe a discriminação com os negros e ele tem teorias importantes para mostrar que somos todos iguais”, reitera o presidente Luciano Bispo.

De acordo com o vice-reitor da Universidade Federal de Sergipe, Rosalvo Ferreira Santos, o professor Petrônio é um pesquisador com maior capacidade técnica, mas é uma pessoa envolvida com a temática do movimento negro. “E a universidade tem por obrigação discutir essa temática em profundidade, Nós sergipanos (eu também recebi o Título de Cidadão aqui na Alese), temos algo a oferecer ao país; discutir com profundidade temas relevantes da sociedade brasileira e apontar caminhos e alternativas para que a nossa compreenda que o lugar é de todos; com condições de igualdade, de respeito e tolerância a todas as formas de vida e sobretudo as questões humanas, que elas merecem ser tratadas igualmente”, entende,

George Washington: “Justíssima homenagem ao professor Domingues”

Com problemas de saúde, o deputado Iran Barbosa não pôde comparecer à entrega do Título de Cidadania Sergipana, tendo sido representado pelo assessor de Comunicação, o jornalista George Washington Silva.

“O professor Petrônio Domingues tem uma enorme contribuição nos estudos, nas pesquisas voltada para a história do movimento negro brasileiro e nós do mandato, nos sentimos muito honrados com esse título. Como sergipano eu me sinto honrado de ter a figura do professor Domingues agora como conterrâneo; é de uma enorme felicidade a propositura do deputado Iran Barbosa, aprovada aqui na Casa o concedendo o Título de Cidadão Sergipano, que se faz merecedor por suas contribuições à Cultura. à historiografia do movimento negro em Sergipe e no Brasil, mas sobretudo como professor e pesquisador da Universidade Federal de Sergipe, por formar cidadãos, estudantes. já com essa concepção da luta do povo negro brasileiro; então essa é uma homenagem mais que merecida”, ressalta George Washington lembrando a vasta contribuição não só para a formação acadêmica quanto na produção literária, com a publicação de cinco livros.

Homenageado

Rosalvo Ferreira, vice-reitor da UFS

Petrônio Domingues nasceu na cidade de Recife, em Pernambuco. É formado em História pela Universidade de São  Paulo (USP); possui Mestrado em História Econômica e Doutorado em História Social, tendo cursado Pós-Doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Entre 2012 e 2013, foi professor visitante da Universidade Estadual da Nova Jersey, nos Estados Unidos. Concluiu Extensão universitária em Curso Avançado sobre Relações Raciais na Universidade Federal da Bahia, Estágio de Pesquisa. no Arquivo do Estado de São Paulo e Curso de Inglês no Instituto Cultural Norte Americano (CNA).

Além de coordenador do Grupo de Pesquisa Pós-Abolição no Mundo Atlântico da UFS, Petrônio Domingues é professor permanente dos Programas de Pós-Graduação em História (PROHIS) e de Sociologia (PPGS).

Residindo em Sergipe desde 2006, ele disse já estar mais do que aclimatado.

Petrônio Domingues agradeceu a homenagem e disse que Sergipe o acolheu de braços abertos

“Estou muito feliz em receber esse título. Sergipe sempre me acolheu de braços abertos, então é motivo de muita alegria esse reconhecimento; após muitos anos morando aqui e trabalhando na Universidade Federal de Sergipe. Entendo que esse título é o coroamento e reconhecimento ao trabalho que venho desenvolvendo; do ponto de vista subjetivo e pessoal, estou muito feliz. Sem sobras de dúvidas já me erradiquei em Sergipe; tenho uma agenda de pesquisas já consolidada; sou coordenador de um grupo de pesquisas, tenho mais de uma dezena de orientandos em âmbito de graduação, mestrado e doutorado; enfim, já criei lastros e raízes, eu diria que Sergipe hoje é a minha primeira casa. Sou muito grato à propositura do deputado Iran Barbosa, que tem toda uma tradição de luta em favor das populações marginalizadas, negras e sou sou também grato à Alese por ter aprovado e hoje estar me entregando o título”, observa.

A solenidade contou com a presença da deputada Goretti Reis, do deputado Zezinho Guimarães, da esposa e dos filhos do homenageado, representantes de entidades negras e alunos.

Foto: Jadilson Simões