Pró-reitor de Gradução da UFS fala na TV Alese sobre vagas para Ensino à Distância

O pró-reitor de Graduação da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Jonatas Silva Menezes participou ao vivo na manhã desta quinta-feira (20), do Programa Alese Notícia, da TV Alese (Assembleia Legislativa de Sergipe). Na ocasião, ele destacou a oferta de cursos do Ensino à Distância (EAD), cujas inscrições foram abertas hoje, prosseguindo até o dia 27 de outubro.

São 1.014 vagas distribuídas em 24 cursos ofertados em 12 pólos pela EAD da UFS, a exemplo de Estância e São Cristóvão, com o curso de Administração Pública, que está oferecendo 200 vagas. “As vagas são liberadas na medida em que se analisa o fluxo de saída dos formandos em cada curso”, informa lembrando que as inscrições são feitas on-line pelo site da UFS.

O pró-reitor ressaltou que a tendência é de que a modalidade do Ensino à Distância cresça em todo o país. “Nas universidades públicas tem crescido, inclusive a oportunidade de ofertar o semi-presencial dentro do presencial. Hoje é possível que cada curso ofereça até 20% da sua carga horária em curso presencial”, diz.

Dos cursos ofertados, apenas um é bacharelado; todos os outros são de licenciatura nas diversas áreas como Geografia, História, Filosofia. “E Letras nas diversas habilitações para atender sobretudo a formação de professores em áreas que não são contempladas ou não são atendidas de maneira direta pelas universidades públicas e pelas faculdades privadas”, completa.

Perfil

O perfil dos candidatos, cuja faixa etária é diferente dos que fazem o Enem e o Sisu é de alguém que não teve a disponibilidade necessária para se deslocar da sua cidade para fazer um curso na capital ou nas regiões onde tenhamos campus da Universidade Federal de Sergipe.

“Não é um curso totalmente à distância, as avaliações são presenciais; há contatos com tutores e o aluno tem que ter a consciência, a responsabilidade de que não sendo totalmente presencial, não implica que ele não esteja afastado ou comprometido com aquilo que está fazendo”, enfatiza Jonatas Silva Menezes acrescentando que o EAD tem o mesmo valor do curso presencial.

“O diploma, o certificado é exatamente igual porque o projeto pedagógico é igual ao curso presencial, o que diferencia é a metodologia aplicada na execução desses cursos”, finaliza o pró-reitor de Graduação da Universidade Federal de Sergipe.

Por Agência de Notícias Alese

Foto: Jadilson Simões

 

 

 

Outras notícias para você