A Assembleia Legislativa de Sergipe entregou na tarde dessa segunda-feira (24), a entrega do título de cidadão sergipano ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Sergipe, Carlos Augusto Monteiro Nascimento. A propositura de autoria do deputado estadual, Venâncio Fonseca (PP), foi aprovadada por unanimidade pela casa. A solenidade acontece agora no plenário Deputado Pedro Barreto de Andrade.

O autor da propositura, o deputado Venâncio Fonseca disse que Carlos Augusto é merecedor da honraria pelos relevantes serviços prestados à sociedade. “A Assembleia Legislativa tem esse papel de reconhecer o trabalho das autoridades políticas, do direito e a sociedade civil como um todo”, afirmou o parlamentar.

Para o homenageado, o momento é de maior responsabilidade. “Já são trinta anos vivendo “nas terras do siris”. Para mim, é motivo de muito orgulho receber esse título que só firmar ainda mais o meu compromisso com o Estado de Sergipe”, afirmou.

Na solenidade de entrega do título a mesa diretora foi composta pelo secretário do Meio Ambiente de Aracaju, Eduardo Matos, representando o prefeito do município João Alves Filho; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Carlos Pinna; o ex-governador do Estado Albano Franco; representando a procuradoria do Estado o procurador Vinicius Pereira. Na oportunidade, o deputado estadual Augusto Bezerra, presidiu a mesa.

A cerimônia contou com a presença de deputados, autoridades, advogados, familiares e amigos.

 

Conheça um pouco mais do homenageado:

Possui bacharelado em Direito pela Sociedade Unificada Augusto Motta desde 1986. Iniciou sua participação na Seccional Sergipe no Triênio 1998-2000, exercendo o cargo de Presidente da Regional de Lagarto, passando a assumir a vaga de Conselheiro Seccional no Triênio 2001/2003. No Triênio seguinte

(2004-2006), foi eleito Diretor-Tesoureiro da Seccional, no Triênio 2007-2009, assumiu o Conselho Federal representando o Estado de Sergipe.

Há 28 anos atua como advogado no Estado de Sergipe, labutando nas mais diversas áreas do Direito, sobretudo no campo empresarial (administrativo, arbitragem e mediação, comercial, contencioso judicial cível, direito bancário, família e sucessões, minerário, previdência privada, relações de consumo, responsabilidade civil, trabalhista e tributário).

Em 2009, passou a ocupar o mais alto posto da Seccional, como Diretor-Presidente para o Triênio 2010-2012, sendo reconduzido para o Triênio 2013/2015 através de chapa única, feito inédito na OAB/SE, a qual obteve um índice de 72% de comparecimento dos advogados sergipanos, atingindo também um recorde histórico Seccional.

JUSTIFICATIVA

Carlos Augusto Monteiro Nascimento, filho dos lagartenses Josepha Edite Monteiro Nascimento e José Vieira do Nascimento Neto, originário de família humilde, neto de sapateiro e filho de um serralheiro, nasceu em 16/07/1963, na capital do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro.

A partir do ano de 1986, logo após a conclusão do seu curso em Bacharel em Direito, passou a residir no município de lagarto, Estado de Sergipe, local em que todos os anos passava suas férias escolares.

Em 2006, foi eleito Vice-Presidente da agremiação futebolística “Lagartense Futebol Clube”, onde logo depois passou a assumir interinamente a Presidência daquela Instituição naquele mesmo ano.

Atuou no município de Lagarto em diversas eleições na condição de Presidente de Mesa, auxiliar de juiz, contribuindo, portanto, para o bom andamento dos processos eleitorais daquele município. Além disso, lecionou no Colégio Ceneticista Laudelino Freire, e atuou como defensor dativo em diversas

oportunidades no município de Lagarto e nas Comarcas adjacentes.

Participou ativamente do desenvolvimento do esporte amador daquele município, ora na condição de atleta, ora como advogado, defendendo jogadores e agremiações esportivas nos Tribunais locais junto à

FSF – Federação Sergipana de Futebol.

No Triênio 2007/2009, na condição de Conselheiro Federal, foi nomeado como Presidente da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem, e Vice Presidente da Comissão de Sociedade de Advogados do Conselho Federal da OAB.

Eleito Presidente da OAB/SE, através de pleito eleitoral para o Triênio 2010-2012, em 29/03/2012, foi nomeado pelo Presidente do Conselho Federal da OAB como membro do Conselho para o FIDA (Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados), e que tem por objetivo principal a aprovação dos pedidos de liberação de recursos para aquisição de bens patrimoniais das Caixas de Assistência dos Advogados, bem como os demais projetos desenvolvidos por estas.

Foi reeleito de forma inédita em chapa única, com a maior proporcionalidade de presença de eleitores, para conduzir os destinos da OAB/SE, para o triênio 2013/2015.

Palestrante, conferencista, debatedor e Presidente de mesa em diversos eventos locais e nacionais, participou de diversas discussões no Estado de Sergipe, como também em diversos Estados da Federação, em defesa das bandeiras da Ordem, a exemplo da defesa das prerrogativas dos advogados, em defesa dos Direitos Humanos, do fortalecimento das Instituições, e do estado democrático de direito, além das diversas ações em favor da advocacia e da sociedade sergipana, levando principalmente conhecimento aos estudantes de Direito, e aos de ensino fundamental e médio do nosso Estado. Detentor de honrarias, e comendas outorgadas por várias entidades do nosso Estado.

Participou ativamente da discussão do Plano Diretor de Aracaju, desde o o ano de 2010. Desde 2011, vem destacando o Estado de Sergipe no cenário nacional, a exemplo da VII Conferência Estadual dos Advogados, que teve a participação do então Presidente da República, em exercício, o constitucionalista Michel Temer em 2011.

Em parceria com o Conselho Federal da Ordem, em novembro de 2013, trouxe ao nosso Estado aproximadamente dois mil e quinhentos advogados que participaram do XIV Campeonato Nacional de Futebol dos Advogados – considerado o segundo maior evento do Conselho Federal da OAB -, e do I

Campeonato Nacional de Vôlei de Praia dos Advogados, oportunidade em que Sergipe tornou-se centro das atenções dos advogados presentes, tendo em vista que reunirá em terras sergipanas mais de vinte e duas seccionais do sistema OAB.

Em 2014, novamente à frente da Ordem dos Advogados, na VIII Conferencia Estadual, trouxe à Sergipe, juristas, legisladores, e autoridades de renome estadual e nacional.

Carlos Augusto Monteiro Nascimento é pai de Rodrigo Lima Nascimento (atualmente com 07 anos de idade), homem ético e responsável que vem lutando, e continuará assim procedendo sempre em prol das questões corporativas e institucionais, pela defesa da advocacia e da sociedade sergipana

Por Glice Rosa –  Agência de Notícias Alese, com informações da ascom OAB/SE

Foto: César de OLiveira