A deputada Maria Mendonça (PP) manifestou no dia 20, a sua solidariedade à população sergipana que tem visto a insegurança aumentar, “enquanto o Governo faz vistas grossas para a situação que tem deixado os cidadãos cada vez mais apreensivos”.

Para ela, a população sergipana vive um clima tenso. “É um clima de terror. A sensação de impunidade tem aumentado e as pessoas já não sabem mais o que fazer e nem a quem apelar”, disse Maria, ao se reportar aos episódios registrados ontem (1) à noite, que resultou na queima de quatro ônibus escolares, dois deles em Itabaiana; um em Lagarto e outro em Aracaju.

Em Itabaiana, os ônibus foram atingidos por volta das 21 horas. Um dos veículos, que fazia o transporte dos alunos do município de Malhador, estava próximo ao ginásio do Sesi; o outro, no calçadão Airton Teles. O primeiro ficou totalmente destruído. O segundo, foi parcialmente, queimado.

“Foi um clima de guerra. Houve o alerta feito por presidiários que estão incomodados com a falta de visita íntima, mas nada foi feito. Temos a impressão de que o Governo está pagando para ver o desfecho disso. E, pelo que temos observado, se não houver medidas enérgicas, o resultado será ainda mais desolador”, afirmou Maria, apelando à sensibilidade do governador Jackson Barreto e das autoridades que cuidam da segurança pública para que tomem as providências necessárias.

No seu entender, os bandidos continuam ditando regras e consumando ameaças, exatamente, por perceberem a fragilidade do Governo.  “Sempre tivemos um Estado pacato, mas hoje, os sergipanos temem até em ficar na porta de casa, tamanha tem sido a ação dos marginais que agridem e matam sem serem incomodados”.

Por Ascom parlamentar dep. estad. Maria Mendonça