Maria enaltece entidades que trabalham a conscientização e prevenção do câncer de mama

A deputada Maria Mendonça enalteceu o trabalho desenvolvido pelas entidades que encabeçam o movimento Outubro Rosa, cujas ações são voltadas ao empoderamento das mulheres no enfretamento do câncer de mama. “Não só o mês de outubro, que é dedicado a esta causa, mas todo o tempo deve-se fazer campanhas para que a sociedade se engaje em iniciativas que visem alertar as mulheres sobre a prevenção da doença”, argumentou Maria, lembrando que homens, também, são afetados pela doença.

 

Maria enfatizou que dados do Ministério da Saúde apontam que o câncer de mama é o que mais afeta mulheres no Brasil, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos por ano. “Para se ter uma ideia da gravidade do problema, o Instituto Nacional do Câncer estima que surgem 60 mil novos casos anualmente, dos quais 15 mil levam as mulheres a óbito, ou seja, são índices assustadores”, ressaltou a parlamentar.

 

Para ela, é extremamente valoroso o trabalho desenvolvido por entidades, como a Associação dos Amigos da Oncologia (AMO) e tantas outras que, segundo Maria, têm sido grandes aliadas dos pacientes oncológicos em Sergipe, considerando a assistência humanizada que ofertam. “Fico feliz perceber que existem instituições compromissadas, que abraçam a causa com amor e garantem o atendimento, através de voluntários que se colocam a serviço do próximo com zelo”, elogiou Maria Mendonça.

 

Em fala, na Assembleia Legislativa, Maria também pediu mais empenho dos órgãos de saúde na promoção das medidas necessárias para conscientizar as mulheres sobre as formas de prevenção e tratamento da doença, bem como, na garantia do acesso das pacientes aos exames preventivos e ao tratamento em até 60 dias a partir do diagnóstico, como preconiza o Ministério da Saúde.

 

“Todos sabemos que o acesso a tratamento logo quando do diagnóstico, gera resultados mais positivos”, disse, destacando que os pacientes oncológicos do nosso Estado, e não apenas os que sofrem com o câncer de mama, aguardam ansiosamente parar ver o projeto do Hospital do Câncer, que se arrasta há mais de quatro anos, sair do papel. Aproveitamos para reiterar o meu apelo ao Governo do Estado para que melhore a assistência oncológica na rede pública de Sergipe.

 

Por, Assessoria da Parlamentar

Outras notícias para você