Por Assessoria Parlamentar

Entusiasta da educação e uma das responsáveis pela implantação do Campus Professor Alberto Carvalho da Universidade Federal de Sergipe (UFS), localizado em Itabaiana, durante seu mandato como prefeita do Município, a deputada Maria Mendonça (PSDB) parabenizou a reitoria, professores, corpo técnico e alunos pelo posicionamento da UFS como a 5ª melhor do Nordeste, de acordo com o Latin America University Rankings 2021, pelo segundo ano consecutivo. “A chegada de polos da universidade em cidades interioranas, como Itabaiana, aqueceu a economia, garantindo a geração de emprego e renda e dando valor ao mercado imobiliário, na região Agreste e para além da fronteira. Esta posição que a UFS ocupa, agora, só mostra o quanto toda a nossa luta pela instituição de outros Campi foi e, ainda, é essencial para o desenvolvimento sergipano”, declarou Maria.
 
A pedagoga, citando o patrono brasileiro da educação, Paulo Freire, defendeu que, sem o ensino e a aprendizagem, não há a possibilidade de mudança social. “É a educação que transforma o indivíduo e este, por sua vez, faz mudanças na sociedade. Foi por isso que não medimos esforços para que pudéssemos instalar o Campus Professor Alberto Carvalho, há quase 15 anos”, explicou Maria.  Para que o projeto fosse viabilizado, na época, sua gestão doou toda a estrutura do polo universitário. “Ver a UFS conquistar o 5º lugar entre outras universidades grandes do nosso Nordeste, enche os meus olhos de orgulho e só reforça o quanto nosso empenho realizou sonhos de inúmeros jovens itabaianenses e de toda a região, que agora estão, por si só, tornando melhores as condições de suas famílias, do Município e de todo o Estado”, afirmou.
 
O começo do sonho –  A deputada relembrou que, em sua gestão como prefeita, levou essa discussão para o reitor da universidade à época, Josué Modesto dos Passos Subrinho. “Após a nossa conversa, surgiu a ideia de um manifesto popular. A partir daí, nós nos mobilizamos, colhendo 23 mil assinaturas, e entregamos esse abaixo-assinado ao reitor para que esse pleito pudesse ser defendido. Em seguida, marquei uma audiência com o então ministro da Educação, Tarso Genro, e com a nossa bancada federal sergipana e fomos à Brasília para esse projeto, que era um anseio de toda a região”, disse.
 
Ela destacou a imprescindível ajuda do prefeito de Aracaju, na época, Marcelo Déda (in memoriam), para que o então presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, pudesse participar da inauguração. “Gratidão a Deus por nos permitir perseguir esse ideal, valorizar a ideia e, junto com toda a sociedade, trabalhar essa reivindicação para Itabaiana. Foi um avanço para a educação que é a mola propulsora da transformação e do desenvolvimento”, completou.