Por Assessoria do Parlamentar

Nesta quarta-feira, 22, a coluna Congresso em Foco, do Portal UOL, publicou um texto com as unidades federativas que mais reduziram os índices de pobreza nos anos de 2019 e 2020, segundo dados divulgados este mês pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, Sergipe foi o estado brasileiro que apresentou a maior redução do índice de pobreza, diminuindo em 8,9 pontos percentuais o quantitativo de pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica, ficando à frente do Pará (8,8), Piauí (6,7) e Maranhão (5,6).

Para o deputado estadual Luciano Pimentel, a notícia é extremamente positiva para o estado e reflete o compromisso do Governo de Sergipe com o combate à pobreza e a busca de melhores condições de vida para os sergipanos.

“Parabéns ao governador Belivaldo Chagas, um gestor de sensibilidade ímpar, por esse resultado que simboliza a relevância e a seriedade do trabalho desenvolvido pelo Executivo Estadual no combate à pobreza”, ressalta Pimentel, continuando.

“Nos momentos mais críticos da pandemia, por exemplo, notamos o empenho do Governo de Sergipe para implementar iniciativas de amparo aos sergipanos que mais necessitam de apoio do Poder Público. Através da criação do cartão Mais Inclusão, cerca de 20 mil famílias em situação de extrema pobreza passaram a ser beneficiadas mensalmente”, afirma Luciano.

Segundo o parlamentar, por meio de um trabalho integrado com a Secretaria de Inclusão e Assistência Social (SEIAS), o Governo de Sergipe segue atuando para colocar em prática ações que forneçam auxílio à população sergipana.

“Em Sergipe, podemos citar o Pró-Sertão idealizado para dar um suporte aos sergipanos que sofrem com os efeitos da seca, o Mão Amiga para assegurar a subsistência dos trabalhadores rurais no período de entressafra, e o recém-criado Pró-Sertão Bacia Leiteira, que atenderá famílias inseridas na cadeia produtiva do leite, prejudicada com os efeitos da seca. Então, o Governo do Estado tem demonstrado, através de diversas as ações e projetos, a sua preocupação com os sergipanos”, enfatiza Luciano Pimentel.

Os dados citados na coluna integram a Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, publicação anual que avalia uma série de resultados nas áreas de economia, educação, habitação e saúde.