Lei reconhece Grupo de Pacientes Reumáticos como de Utilidade Pública

Publicada: 11/10/2022 às 12:44

Por Aldaci de Souza/Agência de Notícias Alese

Comemora-se nesta quarta-feira, 12, o Dia Mundial da Artrite Reumatoide. Trata-se de uma doença  inflamatória crônica que acomete as articulações e órgãos internos, sendo mais frequente em mulheres na faixa etária de 30 a 50 anos. De acordo com especialistas, a artrite reumatoide pode causar danos irreversíveis nas articulações, como deformidades. Aprovada na Assembleia Legislativa de Sergipe, a Lei nº 6.140/2007 reconhece como Utilidade Pública o Grupo de Pacientes Reumáticos de Sergipe, com sede em Aracaju. 

A entidade desenvolve atividades em defesa dos direitos das pessoas que sofrem com reumatismo, doença que afeta as articulações, os músculos, ligamentos e tendões. Além da artrite reumatoide, outras doenças estão associadas ao reumatismo, a exemplo da osteoartrose, osteoporose, gota, fibromialgia, tendinite, bursite e diversas patologias que acometem a coluna vertebral. As doenças reumáticas podem acometer também órgãos como coração e rins.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),  mostram que as doenças reumáticas atingem cerca de 12 milhões de brasileiros. Entre os principais sintomas estão as dores agudas vermelhidão, calor e inchaço nas articulações e cartilagens.

Foto: Divulgação Agência Brasil

Outras notícias para você