Por Assessoria Parlamentar

Na manhã desta terça-feira, 19, a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) protocolou ofício, em parceria com os deputados Georgeo Passos (Cidadania) e Dr. Samuel Carvalho (Cidadania), na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) onde comunica que assume oficialmente a liderança da oposição ao governo Belivaldo Chagas na Casa. Com a oficialização, a parlamentar quebrou uma marca história em Sergipe: Pela primeira vez uma mulher assume o posto de líder oposicionista na Assembleia Legislativa.

Kitty foi eleita por unanimidade pelos demais parlamentares Georgeo Passos e Samuel Carvalho, que assinaram o ofício destinado à mesa diretora da Alese confirmando a indicação do nome da parlamentar.

“Estou mais do que preparada, estou convicta de que posso liderar essa oposição valente que não tem se rendido aos desmandos do governo de Belivaldo. Temos sido aguerridos e muito bem liderados pelos deputados Georgeo e Samuel ao longo dos primeiros anos de mandato e agora posso garantir que farei tudo que estiver ao meu alcance para fiscalizar e defender os sergipanos como eles merecem”, declarou a deputada.

Lima salientou também a relevância de quebrar mais um tabu e ser a primeira deputada na liderança oposicionista.

“É uma grande responsabilidade e motivo de orgulho, pois sei que é o reconhecimento da luta que tenho construído nesse estado. Ao mesmo tempo, chamo a atenção para a necessidade de que nós, mulheres, continuemos ocupando esses espaços e dando ainda mais relevância à voz feminina”, disse.

Histórico de lutas

Apesar de estar em seu primeiro mandato como deputada estadual, Kitty Lima carrega um histórico de lutas em defesa da causa animal há mais de uma década, tendo se tornado vereadora por Aracaju e posteriormente deputada enquanto representante do ativismo animal.

Ainda que eleita para defender esta bandeira, Kitty ganhou notoriedade pela ampla defesa dos grupos minoritários, servidores e demais grupos sociais historicamente abandonados pelo Poder Público, aos quais garante tratar de forma igualitária no seu exercício diário.

“Nosso mandato tem se destacado por dar a voz aos animais e aos grupos que carecem de representatividade. Tenho realizado esse trabalho e o farei com ainda mais afinco à frente da oposição na assembleia”, completou