O ex-reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Josué Modesto dos Passos Subrinho recebeu em Sessão Especial da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), na tarde dessa segunda-feira, (16), Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar.

De acordo com a deputada estadual Ana Lúcia, propositora da homenagem, Josué Passos faz história no ensino sergipano. “Um gestor público que transformou profundamente a UFS, abrindo suas portas para que todos tivessem acesso ao ensino superior público. Foi na sua gestão, que houve a democratização da universidade pública, levando os campi da instituição para Itabaiana, Lagarto e Laranjeiras. Sua cognição, sua percepção dos problemas sociais e seu compromisso com a justiça social, o constituiu como profissional, trabalhador e educador, comprometido com as transformações de seu tempo. Como administrador, Josué conduziu a UFS e conduz a Universidade Federal de Integração Latino Americana (UNILA), com espírito humanista, de forma participativa e com retidão de caráter”, ressaltou.

Para o homenageado, doutor em Ciências Econômicas e ex-professor do departamento de economia da UFS é uma honra receber a medalha e a compartilha com seus colegas de trabalho da universidade. “Eu não imaginava merecer tanto da casa que representa o povo de Sergipe, certamente a honraria não está vinculada aos méritos pessoais, mas à instituição que eu dirigi por oito anos. Estou muito honrado e agradecido”, disse Modesto, agradecendo à parlamentar e a todos que compõem da casa legislativa.

Estiveram presentes no evento familiares, amigos e personalidades políticas.

Sobre o homenageado:

Nasceu na cidade de Ribeirópolis em 22 de janeiro de 1956. É graduado em Ciências Econômicas pela UFS (1977), possui Mestrado (1983) e Doutorado em Ciências Econômicas pela Unicamp (1992) na área de História Econômica. Em sua gestão, adotou o lema “Expandir para incluir” e buscou o crescimento, qualidade acadêmica,sustentabilidade e inclusão social. Foi Vice-Reitor da UFS no período de 1996 a 2004. Atualmente, é reitor da Universidade Federal de Integração Latino Americana – UNILA.

Por Tíffany Tavares e Camila Ramos

Foto: César de Oliveira