Por Assessoria Parlamentar

Diante do aumento do desemprego, da falta de políticas voltadas para a geração de emprego, da retirada e flexibilização dos direitos da classe trabalhadora, da fome e da miséria que assolam o Brasil; agravados pelos trágicos índices diários de contaminação e mortes em razão da omissão do governo federal frente à pandemia da Covid-19, o deputado estadual Iran Barbosa (PT) ressaltou a importância de a classe trabalhadora continuar unida, resistindo contra as medidas destrutivas do governo federal e em defesa da vida.

Iran destacou que o 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora, será marcado por uma mobilização nacional para denunciar a política genocida do governo federal, convidando toda a população para se somar e participar das atividades organizadas pelas centrais sindicais. “Os estudos comprovam que é justamente sobre o povo trabalhador e sobre as parcelas da população mais vulneráveis que recaem as consequências mais trágicas dessa pandemia”, falou.

O parlamentar também manifestou o seu repúdio a todo tipo de iniciativa que vai numa linha de fragilizar e flexibilizar os direitos conquistados arduamente pelos trabalhadores ao longo de sua história de luta.

Sobre a Carreata Solidária

Iran explicou que, em Sergipe, as centrais sindicais e os movimentos sociais vão realizar a Carreta Solidária, cujo tema é “A Culpa da Fome é de Bolsonaro”.  “Mais uma vez, o Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora nos chama à luta, à resistência, à organização e à solidariedade.  Por isso, é importante que possamos participar, no próximo sábado, denunciando essa política genocida e de desmonte dos nossos direitos e em defesa da vida”, convocou Iran Barbosa. 

A concentração será a partir das 8h30, na Praça Dom José Thomaz, no bairro Siqueira Campos. Alimentos estão sendo arrecadados e serão doados às organizações sociais de Sergipe.