Por Assessoria da Parlamentar

Diante as dificuldades enfrentadas pelas 13. 800 profissionais, cadastradas na Casa da Doméstica, devido à crise, agravada pela pandemia do coronavírus, representantes da instituição buscaram auxilio na Procuradoria da Mulher da Alese. A procuradora, deputada estadual Goretti Reis (PSD), sensível com a causa e para auxiliar nas dificuldades enfrentadas, apresentou indicação, solicitando ao prefeito de Aracaju, um estudo que viabilize a inclusão da Casa da Doméstica na destinação dos alimentos arrecadados através da brilhante campanha: Vacinação Solidária, desenvolvida pela Prefeitura de Aracaju.

Parabenizo à iniciativa da prefeitura e reitero a necessidade de contemplar as famílias assistidas pela instituição em questão, visando redução de danos causados pela pandemia. Essas profissionais vivem de doações e contribuição sindical. Por conta da crise, as dificuldades para manter a creche, que é um elo de apoio às mulheres que trabalham e necessitam de local para deixarem seus filhos. Outro apoio que daremos, através da Procuradoria é o combate a violência doméstica, problema ainda muito presente”, concluiu a parlamentar.

A Casa da Doméstica Dom José Vicente Távora é uma iniciativa da Arquidiocese de Aracaju que foca o atendimento a categoria laboral das diaristas e empregadas doméstica. A instituição é parceira do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos do Estado de Sergipe. Fundada há 52 anos, já cadastrou mais de 14 mil trabalhadoras. As ações de cunho social contemplam atendimento psicológico, jurídico e previdenciário, além de ofertar cursos de corte e costura, bordado e culinária. Em virtude da pandemia, as ações foram interrompidas. Motivo de desemprego para muitas trabalhadoras doméstica que necessitam de apoio, principalmente nesse período de crise sanitária.