Por Ascom Parlamentar

Na manhã de hoje, 14 de junho, a deputada estadual Goretti Reis e o vereador JC estiveram com o comandante do Batalhão da Polícia Militar de Lagarto, tenente coronel Flávio Arthur solicitando medidas quanto ao alto índice de motos roubadas e furtadas que ao serem encontradas precisam ser levadas para a Delegacia de Roubos e Furtos em Aracaju para a retirada da restrição. Outro ponto foi sobre as motos compradas em leilões com peças de motos roubadas que ao serem paradas em blitz e detectado o problema, não existe meios para provar ao agente policial que o proprietário não tinha conhecimento, já que foi adquirida em leilão.

Para o vereador JC são situações que precisam ser reavaliadas e alternativas devem ser encontradas. “O apoio de Goretti Reis para os lagartenses é de extrema importância e fortalece nossas reivindicações. Sejam elas na educação, saúde ou segurança ela sempre se faz presente. Nossas prioridades são as pessoas”.

“É inconcebível sair com a moto, ao ser encontrada, daqui ou de qualquer outro município para Aracaju. É preciso que se encontre uma alternativa para esses proprietários que já sofreram com o furto, muitas vezes até deixam de trabalhar, por ser o transporte de trabalho e ainda precisem gastar com o deslocamento para a capital. A questão das motos que vão para leilão e muitas vezes possuem peças de motos furtadas também precisa ser avaliada para não prejudicar quem arrematou ao ser parado em blitz. Nessa situação não existe como provar e quem arrematou no leilão acaba perdendo o veículo. É importante que se estude essas questões e que encontrem alternativas. O que não pode são pessoas de bem serem penalizadas por ações de marginais e ainda pagarem um preço alto para regularizar o que é seu de fato. Continuaremos trabalhando em prol da população de Lagarto e de Sergipe”, explicou a parlamentar.