O deputado Gilson Andrade (PTC) utilizou a tribuna no grande expediente de segunda-feira, 26, onde parabenizou a cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública – SSP por te elucidado os responsáveis pelo crime que vitimou o ex-vereador de Indiaroba, Adelson Vieira. Na oportunidade ele citou o nome de toda equipe envolvida e também agradeceu as pessoas que moram em Estância, Santa Luzia do Itanhy e Indiaroba que tiveram coragem de fazer denúncias colaborando com a polícia.
“Quero parabenizar a operação conjunta que foi organizada pelas polícias militar e civil com a participação do Comandante da Polícia Militar, Tenente Coronel Eliziel Alves Rodrigues; o Comandante e os integrantes do Núcleo de Inteligência do Grupo de Ações Táticas do Interior – GATI, Major George da Silva Melo; o coordenador Geral, 1º Tenente Mateus Hora Mendonça; o coordenador de Operações, Cabo Willians Ferreira de Matos; e os agentes de Inteligência, soldados Jônatas dos Santos Fonseca; Geibison Roberto Rocha de Moura e José Alves dos Anjos Junior; além dos delegados de Indiaroba, Hugo Leonardo e de Estância, André Davi”, enunciou.

Gilson Andrade falou sobre a reunião da Comissão de Segurança Pública realizada semana passada e que embora não seja integrante, participou, salientando que foi uma discussão ampla e que contou com a presença de representantes dos sindicatos dos Vigilantes, Polícia Civil, Peritos e também a presença da Prefeitura de Aracaju através da Guarda Municipal. “Parabenizo o trabalho da Guarda Municipal que vem não apenas cuidando do patrimônio público e realizando um trabalho repressivo, mas, de segurança dos aracajuanos através de ações de conscientização e de cidadania”, enfatizou.

Em seu pronunciamento o parlamentar também lamentou a atitude do secretário de Estado da Comunicação, Sales Neto, que divulgou numa rede social semana passada, dados que demonstram o quanto Sergipe tem avançado no item segurança pública. Ele disse que a atitude do secretário ofusca a realidade da violência no Estado de Sergipe, pois, embora a polícia esteja fazendo o seu papel, o Governo do Estado não está desenvolvendo políticas públicas através de ações integradas para coibir o alto índice de criminalidade.

“Os dados apresentados apontam que no ano de 2014 foram presas em torno de 3.200 pessoas e neste ano mais de 5 mil pessoas foram detidas. Não podemos elogiar as ações de segurança, pois, esse tipo de ação demonstra a ineficiência e incapacidade no que se refere as políticas públicas relacionadas a segurança pública em nosso Estado. Mais de 50% dos crimes são oriundos do tráfico de drogas e o Estado não está fazendo o combate contra esse tráfico de maneira efetiva através de campanhas de conscientização nas escolas e impedindo a entrada de drogas em nosso Estado, por exemplo”, frisou.

“Oitenta por cento dos presos em Sergipe ao retornarem para sociedade são reincidentes do crime. A polícia através dos seus agentes de segurança tem exercido com eficiência o seu papel, mas, o Governo do Estado tem que fazer o combate as drogas e ressocialização por meio de políticas públicas com ações integradas das secretarias de Segurança Pública, de Justiça, de Educação, de Ação Social e do Esporte, para que sejam atendidas as necessidades da população com relação a segurança”, salientou.

Fonte: Ascom Parlamentar – Dep. Gilson Andrade (Autimira Menezes)