Ao encerrar o primeiro semestre da 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Sergipe, o deputado Gilson Andrade (PTC), que está em seu segundo mandato parlamentar comemora os resultados positivos da sua gestão. Segundo ele, com a consciência de dever cumprido e também com o propósito de desenvolver muitos outros trabalhos focados nos âmbitos da Saúde, Educação e Segurança Pública. “O povo está primeiro lugar, por isso, o nosso trabalho é focado em atender os interesses da população, fazendo jus ao cargo público que ocupo”, salienta.

Integrante de quatro Comissões, a Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e Tributação; Comissão de Saúde, Higiene, Assistência e Previdência Social; Comissão de Educação, Cultura e Desporto; Comissão de Agricultura e Meio Ambiente, além da Comissão Especial da Agência Reguladora dos Serviços do Estado de Sergipe (Agrese), na condição de Vice-presidente, nesta legislatura foram apresentadas 131 proposições de sua autoria, entre Requerimentos, Projetos de Leis e Indicações que foram aprovados pelos parlamentares da Casa.

Em referência a aprovação do Projeto de Lei nº 31/2015 que versa sobre o direito ao aleitamento materno em todo estabelecimento localizado no Estado de Sergipe, o deputado enfatizou a importância da referida Lei. “É perceptível o constrangimento de uma mulher quando há a necessidade de amamentar uma criança em locais de destinação coletiva, pois, geralmente, existe resistência por parte dos proprietários ou gestores que veem de maneira descabida no ato de amamentar uma criança, uma forma prejudicial ao funcionamento do estabelecimento. Pensando na proteção integral da criança, bem como na proteção à maternidade, direitos fundamentais assegurados constitucionalmente, propormos esse Projeto de Lei para assegurar que o aleitamento materno possa ser realizado em estabelecimentos de destinação coletiva, públicos ou privados”, salientou.