Por Kelly Monique Oliveira -Rede Alese

“Quem ouve o governador falando das finanças do estado fica com vontade de fazer uma enorme vaquinha. Às vezes sinto até vontade de chorar! Deve ser porque sou fraco ao falar das dificuldades financeiras de um estado que não pode falar”. Foi com essa declaração que o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) ocupou a tribuna da Casa Legislativa nesta terça-feira, 20, para denunciar o vereador de Areia Branca, Hugo Oliveira Lima, que exerce o cargo como parlamentar e outras funções dentro do Governo do Sergipe.

Gilmar Carvalho destacou que o vereador cumpre seu mandato, ao mesmo tempo, é assessor especial III, nomeado no dia 27 de agosto, com renda mensal de R$ 4 mil, é membro do Conselho de Administração da Emsetur e recebe de jetons R$ 3 mil, como membro da comissão de licitação recebe também R$ 400, além das várias viagens pagas pelo órgão.

Ele afirmou que a culpa é do vereador e de quem o paga. “O governo não tem legitimidade para falar sobre as dificuldades financeiras. Além de alguns outros excessos que já foram denunciados como fartamente o pagamento de jetons acima do que se deve pagar. O vereador que exerce mandato em Areia Branca, exercer legitimamente porque foi eleito pelo povo tem uma fatura ao final que se aproxima ao subsidio de um deputado estadual sem os mesmos compromissos. Gostaria até que ele ganhasse mais, mas legitimamente”.

Foto: Jadilson Simões