Por Tíffany Tavares, da Agência Alese de Notícias

 

Com objetivo de traçar metas na perspectiva de garantir o fortalecimento das escolas de Educação, que respeitam características culturais das famílias camponesas, foi lançada a Frente Nacional e Estadual pela Educação no Campo, em Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), na manhã desta segunda-feira, (13).

ana lucia

Deputada estadual Ana Lúcia. Foto Luciana Botto

De acordo com a deputada estadual Ana Lúcia (PT), a Frente prioriza a necessidade da educação no campo ser centralizada e ter prioridade. “Historicamente se analisarmos todos os dados e desempenho da rede pública, os maiores problemas estão no campo, justamente porque nunca se teve um olhar especial para ele. Basicamente nas diretrizes da educação brasileira não vemos nenhum destaque para a educação no campo”, destacou a parlamentar que também é coordenadora da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Alese.

Ana Lúcia ainda exemplificou que é necessário que não se forme no campo somente agrônomos ou zootecnistas, mas também advogados, médicos, professores e outros, para que se consolide a identidade e a cultura do campo.

padre joao

Deputado federal Padre João. Foto Luciana Botto

O presidente da Frente Parlamentar Mista pela Educação do Campo da Câmara dos Deputados, Padre João (PT/MG) destacou que a Frente tem função articuladora. “A razão de estarmos aqui é de dialogar e trazer as ações da Frente a nível federal, estadual e municipal. Temos que discernir o que compete aos Estados, ao Governo, à comunidade, pois não se pode pensar em educação sem falar na sociedade civil”, ressaltou.

O também deputado federal Padre João destacou que não se constrói um país sem educação. “O campo tem sido excluído de infraestrutura básica como estradas, energia elétrica, água, etc. A educação no campo precisa proporcionar acesso a tudo que for necessário para se ter dignidade. Precisamos investir em educação e essa é nossa responsabilidade”, disse.

O lançamento da Frente Nacional e Estadual da Educação no Campo em Sergipe reuniu parlamentares federais, estaduais e municipais comprometidos com a educação no campo, como também entidades que militam na área.

A mesa foi composta pelo presidente da Frente Parlamentar Mista pela Educação do Campo da Câmara dos Deputados e deputado federal, Padre João (PT/MG), o deputado federal e coordenador da área NE 1 da Frente Parlamentar, João Daniel (PT), a deputada estadual Ana Lúcia (PT), o representando o Ministério de Educação e Cultura (MEC), Paulo Nacif, a representante do Secretaria de Educação do Estado de Sergipe, Marieta Barbosa, a representante do Instituto Federal de Sergipe (IFS), Ruth Sales, o diretor nacional do Movimento Sem Terra (MST), Gileno Damacena, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Rubens Marques, o prefeito do município de Nossa Senhora da Glória, Chico de Glória, representando os prefeitos de Sergipe e por fim, o vereador Heldes Guimarães do município de Propriá, representando os vereadores do Estado.