Elese realiza 4º edição do projeto ‘Quintas Negras-Xirê dos Saberes’

Publicada: 12/05/2022 às 12:27

12/5/2022

Por Júnior Matos/Agência de Notícias Alese

Discutir a Multiplicidade dos povos negros e evidenciar os altos índices ainda existentes no Brasil em Sergipe. Esses são os objetivos do projeto Quintas Negras- Xirê dos Saberes realizada pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) por meio da Escola do Legislativo (Elese) Deputado João Seixas Dória. A ação aconteceu na manhã desta quinta-feira (12).

Com o tema “Negritando a História de Sergipe – Inácio Barbosa, Horácio Hora e Tobias Barreto”, a palestra conduzida pelo historiador e produtor cultural Thiago Fragata teve a finalidade de discutir o processo de ‘embraquecimento’ de grandes personalidades que fizeram história em Sergipe.  

Thiago Fragata historiador, expondo o livro de sua autoria

“Enquanto tivemos uma sociedade que ainda é racista e uma democracia que ainda é muito frágil projetos como o Quintas Negras será sempre importante”, destacou o historiador Thiago Fragata.

Durante a palestra, Thiago Fragata falou sobre o escritor Machado de Assis, personalidade negra que sofreu ‘embraquecimento’ durante o século XIX. “ Assim como Machado de Assis, personalidades sergipana como: Inácio Barbosa (considerado fundador de Aracaju) Horácio Hora (artista) e Tobias Barreto (filósofo) também sofreram processo de ‘embraquecimento’ durante o decorrer da história sergipana”, enfatizou o historiador Thiago Fragata. 

Na oportunidade houve o lançamento do livro “Fragatas não voam só” poemas e poesias que visam o combate ao preconceito e ao racismo e mais consciência sobre a democracia.

A quarta edição do projeto Quintas Negras contou com a participação de estudantes da Escola Municipal Nelson Ferreira Lima e do Colégio Estadual Rogaciano Magno Leão Brasil, do município de Santo Amaro da Brotas. 

Para o professor e mestre em História Silvaney Santos, o momento foi oportuno para o conhecimentos dos estudantes sobre as personalidades negras de Sergipe. “Através do conhecimento destas personalidades é possível conhecer e entender a história do nosso estado e fazer uma reflexão sobre a cultura negra e combater o preconceito”, falou.

Para a estudante do 9º ano do ensino fundamental Laura Naely Batista. “É muito importante falar da história e também do combate ao preconceito. Entender essas falas é comprovar que a cor da pele ou o tipo de cabelo não incapacita ou impede ninguém de realizar qualquer tipo de atividade”, declarou.

Thiago Fragata ao lado de Arivaldo Chagas, coordenador de projetos Especiais Elese

Elese

O projeto Quintas Negras- Xirê dos Saberes está em sua quarta edição. A ideia é que a Elese promova a ação em uma quinta-feira de cada mês. “ A proposta é abordar a temática e que combata preconceitos de forma mensal. Aproximando a sociedade sergipana do tema pouco abordado e proporcionar uma educação ainda maior conhecimento sobre a democracia”, finalizou o coordenador de projetos especiais da Elese, Arivaldo Chagas.

 

Fotos: Júnior Matos/Alese

Outras notícias para você