Por Aldaci de Souza

 O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Luciano Bispo recebeu na manhã desta terça-feira, 26 no gabinete, integrantes da diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, o secretário de Estado do Desenvolvimento e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto e o diretor de Comunicação da Alese, Irineu Fontes.

Na pauta, os recursos disponibilizados pelos deputados estaduais através de emendas impositivas e do deputado federal Laércio Oliveira por meio de emenda parlamentar para a reforma do edifício-sede que funciona à rua Itabaianinha, Centro de Aracaju.

Luciano Bispo destacou a importância da reforma

De acordo com Luciano Bispo, o Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe aguarda há muitos anos por uma reforma na estrutura física e com os recursos do Governo do Estado e dos colegas parlamentares será possível fazer a reestruturação do prédio.

“O nosso assessor da mesa diretora, Dr. Igor Albuquerque conversou com os deputados e vários colocaram recursos das suas emendas impositivas para que seja feita essa reforma. Ainda hoje vou me reunir com o governador Belivaldo Chagas e agradecer a ele, pois todos os recursos juntos darão para fazer uma boa reforma no Instituto Histórico e Geográfico, que tanto contribui com a cultura sergipana”, destaca.

Tabela sobre emendas  para a reforma do IHGS

Os deputados estaduais que destinaram valores em emendas impositivas para reforma do edifício-sede do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe são: Luciano Bispo (MDB), Dr. Samuel Carvalho (CIDADANIA), Iran Barbosa (PT), Francisco Gualberto (PT), Zezinho Sobral (PODE), Georgeo Passos (CIDADANIA), Gilmar Carvalho (PSC), Goretti Reis (PSD), Janier Mota (PL), Jeferson Andrade (PSD), Maria Mendonça (PSDB) e Vanderbal Marinho (PSC).

Sonho

A professora Aglaé Fontes, que assumiu recentemente o segundo mandato como diretora do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe falou do sonho antigo em reestruturar o prédio localizado à rua Itabaianinha.

 

 

Professora Aglaé Fontes: “Nos sentimos muito recompensados”

“Trata-se de uma instituição cultural sem fim lucrativo, que defende as questões da memória de Sergipe e precisa ser mantida. A reforma se deve aos deputados e ao Governo do Estado que se uniram e fizeram doações dentro das emendas impositivas e parlamentares, que vão permitir que o instituto tenha uma feição digna para continuar servindo ao estado de Sergipe. Estou muito feliz e viemos agradecer ao presidente Luciano Bispo e a todos os deputados que fizeram as doações. Nós nos sentimos muito recompensados por essa atenção tão grande que o Instituto recebeu”, comemora.

O diretor-tesoureiro do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, Anselmo de Oliveira também agradeceu aos deputados e destacou a soma de esforços para que a reforma seja feita.

Anselmo de Oliveira enfatizou a importância da instituição

“O Instituto Histórico presta inestimáveis serviços à cultura sergipana, aos pesquisadores, professores e estudantes, mas está numa situação que precisa de uma recuperação em todas as suas instalações. Está acontecendo uma sinergia entre o Governo do Estado que destinou uma parte da verba, os deputados estaduais e o deputado Laércio Oliveira. Juntando os três, teremos uma obra no que concerne à parte de combate à incêndio, rede lógica, rede hidráulica, iluminação e acessibilidade de tal forma que venha a proporcionar aos frequentadores, maior segurança”, entende.

Sedurb

O secretário Ubirajara Barreto informou que houve um entendimento há alguns meses entre a diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe e o governador Belivaldo Chagas para que a reforma seja iniciada.

Secretário Ubirajara Barreto informou sobre os recursos

“O governador autorizou uma licitação até 200 mil reais e nessa reunião de hoje na Assembleia Legislativa, a comissão do Instituto Histórico solicitou mais ações a exemplo de climatização, combate a incêndio, reexecução de toda a instalação elétrica, hidráulica e acessibilidade. Os deputados destinaram cerca de 295 mil reais e o deputado Laércio Oliveira destinará 250 mil. Foi solicitado que seja feita uma única licitação englobando todos os valores”, explica.

Fotos: Joel Luiz