Aldaci de Souza

Durante solenidade na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa de Sergipe (em virtude da pandemia do novo coronavírus), o vice-presidente jurídico da Associação dos Delegados de Polícia (Adepol/SE), Adelmo Pelágio de Andrade Filho, recebeu o Título de Cidadania Sergipana. A autoria é do deputado Capitão Samuel (PSC), que elogiou o trabalho realizado pelo delegado.

Capitão Samuel agradece o trabalho do deputado

“Uma de nossas afinidades é a árdua luta em prol da segurança pública do Estado de Sergipe. Em relação ao presidente Luciano Bispo, Dr. Adelmo também possui vínculo familiar enraizado no município de Itabaiana, terra natal de seu genitor, Adelmo Pelágio de Andrade, filho mais velho do saudoso José Francisco de Andrade, conhecido como José Magneto, fundador de uma das mais tradicionais retificadoras de motores do estado”, ressalta.

Capitão Samuel destacou que o delegado Adelmo Pelágio passou por várias delegacias em Sergipe, a exemplo dos municípios de São Domingos, Itabaiana, Pacatuba, General Maynard e Rosário do Catete.

“Atualmente dedica-se de forma integral ao exercício de mandato classista na condição do vice-presidente jurídico da Adepol e diretor de eventos da Federação Nacional dos Delegados de Polícia (FENDEPOL). Um homem extremamente culto e preparado, acessível e cordial com todos a sua volta. Atua por amor e por responsabilidade a sua formação. Por vezes ele é o conselheiro dos delegados”, complementa.

Solenidade aconteceu na Sala da Presidência

O deputado relembrou que no início de 2020, Adelmo Pelágio e o presidente da Adepol, Isaque Cangussu, compareceram à Alese para pedir apoio aos parlamentares quanto a aprovação do Projeto de Lei nº 10/2020, de autoria do Poder Executivo, instituindo a indenização por flexibilização voluntária do repouso remunerado do policial civil.

“Na oportunidade, Dr. Pelágio disse que o projeto é de suma importância para os servidores da segurança pública, pois traz a dignidade aos servidores, com o princípio da voluntariedade na prestação do plantão e outros serviços, materializando o princípio da dignidade da pessoa humana no ordenamento do estado. Externamos nossa gratidão ao nosso mais novo conterrâneo, de fato e de direito”, enfatiza.

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Luciano Bispo (MDB) parabenizou o delegado. “Dr. Adelmo Pelágio, a Assembleia lhe agradece pelos seus serviços prestados ao nosso estado. O sr. já admirava Sergipe pelas suas raízes. A história do seu avô magneto é conhecida pela honradez; um homem trabalhador que fez um grande nome em Itabaiana. Se não fosse a pandemia, com certeza teríamos muita gente prestigiando esse momento”, destaca.

Homenageado

Presidente Luciano Bispo fala sobre o homenageado

No discurso, o novo cidadão sergipano fez uma retrospectiva desde o nascimento em Salvador-BA. Em virtude de o pai e o avô serem sergipanos, sempre vinha passar férias no estado, tendo grande ligação com os tios paternos.

“A minha relação com Sergipe na realidade coincide com os meus primeiros instantes de consciência existencial, porque meu pai é sergipano, meu avô e meus tios; toda a minha família paterna.  Sempre tive a sergipanidade na formação dos meus valores e acompanhei o desenvolvimento político, cultural e social. Há 14 anos, desde que fui aprovado no concurso público para delegado da polícia civil, que estou aqui trabalhando. Atualmente depois de passar por muitas delegacias do interior, estou em dedicação exclusiva à missão sindical, representando os delegados na Adepol e no Sindicato dos Delegados de Polícia”, relata.

Sobre a indicação do deputado Capitão Samuel, ele disse que sem dúvida alguma é um gesto de profunda generosidade. “Um gesto de sensibilidade da parte do Capitão Samuel em me prestar mais do que uma homenagem, pois sempre tive esse desejo e hoje estou tendo a oportunidade de realizar graças à Assembleia Legislativa por ter aprovado por unanimidade, o requerimento”, afirma.

Amigos

A homenagem foi prestigiada por colegas de trabalho, amigos e familiares de Adelmo Pelágio.

Pelágio entre Luciano Bispo e Isaque Cangussu

O presidente da Adepol, Isaque Cangussu disse que a homenagem é muito merecida. “Além de sermos colegas de profissão, somos colegas na diretoria da Adepol. Estamos na terceira gestão e eu posso testemunhar realmente quão competente, dedicado e apaixonado por essa terra, é Adelmo Pelágio. Estou muito feliz de estar aqui hoje prestigiando essa homenagem”, diz.

A coordenadora das delegacias da capital, delegada Rosa Freitas participou da solenidade, acompanhando o delegado geral Thiago Leandro. “Adelmo é muito querido pela categoria; é um colega exemplar que merece esse reconhecimento. Nós somos do mesmo concurso, entramos juntos na polícia e eu tenho uma admiração muito grande por ele”, complementa.

Delegada Rosa Freitas: “Adelmo é muito querido”

“Dr. Adelmo Pelágio é um querido amigo, desde a infância dele. Quero manifestar a minha alegria de Sergipe ter acolhido essa personalidade; um dos maiores intelectuais que eu conheço; um homem que tem um capital moral muito grande e estou muito feliz em ser agora conterrâneo dele e quero parabenizar o capitão Samuel pois Sergipe precisa desses valores que engrandecem o nosso estado”, afirma o escritor Domingos Pascoal, membro da Academia Sergipana de Letras.

Férias em Sergipe

Adelmo Pelágio nasceu em Salvador-Ba, no dia 6 de julho de 1975. É filho da soteropolitana Silvana Maia de Andrade e do itabaianense Adelmo Pelágio de Andrade. Por ser filho de sergipano, sempre frequentou Sergipe, principalmente no período de férias.

Homenageado relembra férias em Sergipe

O delegado de polícia civil reside em Sergipe, desde que foi aprovado em 1º lugar no concurso de 2006. Trabalhou em várias delegacias do interior, a exemplo de São Domingos, Itabaiana, Pacatuba, General Maynard e Rosário do Catete. E desde maio do ano passado, está em dedicação exclusiva ao mandato classista na Adepol/SE.

Fotos: Joel Luiz