Por Aldaci de Souza – Rede Alese

A Companhia de Arte da Assembleia Legislativa de Sergipe (Cia de Arte Alese), completa cinco anos amanhã, 1º de setembro.  O grupo teatral, que foi criado na gestão do presidente Luciano Bispo (MDB), é ligado à Escola do Legislativo e tem como objetivo divulgar os trabalhos da Casa Legislativa contribuindo para o exercício da cidadania através do teatro. 

Coordenada pela atriz e produtora Mônica Moreira, a Cia de Arte Alese é atualmente formada pelos atores Talita Calixto (Grupo Imbuaça), Felipe Marcarello (Grupo Boca de Cena), Lidhiane Lima (Imbuaça), Éden Brisio (Catalise Cia de Artistas) e Euler Lopes (Grupo A Tua Lona). O grupo se apresenta em escolas e outras instituições e promove oficinas de teatro e artesanato.

Alegria das crianças com o espetáculo ‘As Aventuras da Leitura’, na Escola do Legislativo

De acordo com Mônica Moreira, a Cia de Arte Alese trabalha com o propósito de utilizar o teatro como ferramenta de transformação social. “Além de espetáculos de cunho educativo, desenvolvemos também oficinas artísticas em comunidades de pouco acesso à cultura e à arte. Nosso foco é fazer com que crianças, jovens e adultos dessas comunidades possam receber a mensagem que os espetáculos querem transmitir, bem como estarem inseridos na arte, promovendo sua autonomia, tanto artística, quanto no seu papel social. Com isso, buscamos atingir o maior número de pessoas que carecem desse acesso”, informa.

Uma das esquetes educativas encenadas pela Cia de Arte (As Aventuras da Leitura), ganhou espaço nas escolas de Sergipe. O grupo aborda o tema de forma leve através do personagem Cacau, que se trata de uma criança, sem citar o gênero sexual, mas destacando a importância da leitura, fazendo com que os estudantes interajam com a história contada pelos atores.

Apresentação no plenário da Alese

No plenário da Alese, os integrantes do grupo teatral já fizeram muita gente dar risadas, chorar e se emocionar, ao encenarem peças sobre temas sociais, a exemplo da violência contra a mulher e o racismo, principalmente quando da realização de sessões especiais.

Fotos: Divulgação Cia de Arte Alese